Descubra tudo sobre o kWh e qual o melhor preço kWh da energia em Portugal

Saiba tudo sobre o preço kWh em Portugal

O kWh é a unidade de medida usada para os serviços de eletricidade e gás, indicando a quantidade de energia que é consumida em cada hora numa habitação. Ele tem um peso fulcral na sua fatura e, por isso, a Comparamais diz-lhe quais os melhores preços kWh, como ele é cobrado e como calcular o seu valor em euros.

Na fatura de eletricidade existem três fatores que contribuem para o custo final. Falamos da eletricidade consumida, da potência contratada e dos impostos cobrados. Apenas o primeiro tem a ver, efetivamente, com a quantidade de eletricidade ou gás que usa em casa, que é medida em kWh.

Esta é, portanto, a unidade de referência para calcular o custo da energia em Portugal. No entanto, o seu preço varia em cada empresa, sendo um dos motivos para, com uma simulação de preços de energia, encontrar diferenças anuais superiores a 200€ entre as faturas de diversos comercializadores.

O que é o kWh?

Esta é a unidade de medida dos consumos de energia para casa. Ela contempla a quantidade de luz e gás consumidos, os kW, para um determinado período temporal. Neste caso uma hora, e por isso os consumos são medidos em kWh – kilowatt hora.

Imagine, por exemplo, que todos os eletrodomésticos de sua casa gastam, em média, 1000 watts em cada hora (o equivalente a 1 kWh). Isto significa que, ao final de um dia, consumiu 24 kWh. E, por consequência, ao final do mês terá um consumo de 720 kWh.

Mas, obviamente, os consumos de eletricidade não são sempre idênticos. E é por isso que há a possibilidade, com as tarifas bi-horárias, que tirar partido das horas em que a energia é mais barata para usar os eletrodomésticos que gastam mais eletricidade…

1 kWh são quantos watts?

Como referido, 1 kW significam 1000 watts consumidos. Como tal, 1 kWh é o equivalente a 1000 watts consumidos por hora.

Onde posso ver estes valores na minha fatura de energia?

A fatura de energia pode-se dividir em três grande secções. A primeira apresenta as informações gerais, com os dados do utilizador e os valores a pagamento. Em segundo lugar surgem os consumos mensais, e é nesta secção que encontra os kWh de gás e de eletricidade cobrados a cada mês.

Por fim, pode ainda verificar a evolução dos seus consumos na secção final da fatura de energia. Aqui encontra um gráfico que lhe indica as variações nos gastos de eletricidade e gás ao longo dos últimos meses, sendo outra indicação relativa aos kilowatts consumidos.

Como posso calcular os consumos kWh dos eletrodomésticos?

Para saber qual o consumos mensais dos eletrodomésticos deve, em primeiro lugar, saber quais os consumos específicos de cada eletrodoméstico. Ou seja, quantos watts eles gastam. Vamos agora apresentar-lhe, de forma simplificada, esta conta.

Veja, por exemplo, o caso do frigorífico, que está sempre ligado. Isto significa, ao fim de 30 dias, um total de 720 horas de utilização. Agora imagine que o frigorífico que escolheu tem um consumo de 150 watts.

Isto equivale a 0,15 kW gastos em cada hora. Como tal, ao multiplicar este consumo pelo total de horas em que o equipamento está ligado, chega à conclusão que o frigorífico gasta 108 kWh por mês.

Existem outros eletrodomésticos com gastos mais elevados. Por exemplo, uma chaleira facilmente atinge os 2000W, o equivalente a 2kW. No entanto, tem uma utilização muito mais reduzida. Se usar este eletrodoméstico num total de 4 horas por mês, ele é responsável por 8kWh na fatura de energia.

Se quiser saber mais informações, veja aqui os consumos kWh dos principais eletrodomésticos.

Como é cobrado este valor?

Ele é cobrado mensalmente, de acordo com os consumos totais efetuados durante esse período. Ou seja, a cada mês cobram-lhe os kWh consumidos.

Deve, no entanto, ter em consideração uma situação. Aquilo que paga por cada kW não corresponde, efetivamente, ao custo da energia. No valor cobrado estão já incluídas as tarifas de acesso, um conjunto de custos associados ao transporte da energia até sua casa.

E este valor não é assim tão pequeno. Segundo uma análise da Comparamais, metade do que paga em cada kilowatt-hora de eletricidade são tarifas de acesso à rede.

Como encontrar o seu custo total na fatura de eletricidade e gás?

O valor é cobrado através do contador, já que ele regista todos os kilowatt que são consumidos na sua habitação ao longo do mês. Ou seja, é com base nos dados que apresenta o contador de eletricidade que se verificam quais os consumos mensais.

No caso do gás natural a conta é mais complicada, porque o contador indica os valores em m3. Por isso, é necessário fazer a conversão deste valor para kWh. Nesta conta entram três fatores, começando pelos m3 indicados no contador.

Depois juntam-se o fator de conversão do volume (FCV) relativo às diferenças de pressão e temperatura no abastecimento, e ainda o Poder Calorífico Superior (PCS), que é referente à energia libertada na combustão. Normalmente o PCS é de 11,667 e o FCV situa-se entre 0,94 e 0,99 em Portugal.

A conta para fazer a conversão é a seguinte:
kWh = m3 x FCV x PCS

Qual o preço kWh da eletricidade em Portugal?

Como já percebeu, cada empresa no mercado livre de energia tem um preço kWh específico. Como tal, torna-se necessário aos clientes saber se é mais barato na EDP o preço kWh ou, por exemplo, se vai pagar menos com o preço kWh Endesa.

Para que descubra onde pode poupar na fatura de energia, aqui ficam os valores do preço da eletricidade por kilowatt-hora em Portugal nas principais empresas do sector:

EmpresaPreço kWh Eletricidade
(3,45 kVA ; 6,9 kVA)
Plano de Energia
EDP Comercial0,1456€ ; 0,1511€Plano Luz e Gás
Endesa0,1370€Endesa e-Luz e Gás
Goldenergy0,1399€Luz & Gás (com DD e FE)
Iberdrola0,1394€Plano Casa Iberdrola
Galp0,1547€Casa Galp & Continente

Estes dados demonstram que atualmente o preço kWh Endesa é o mais baixo do mercado. Mas recorde-se que, além do preço da energia, deve também ter em consideração o custo da potência contratada quando escolhe um plano de energia.

Como ter o preço kWh mais baixo do mercado?

Para saber qual a melhor tarifa de energia do mercado, a solução é fazer uma comparação dos preços de luz e gás. Dessa forma poderá conseguir ter a fatura mais barata na conjugação dos preços kWh pelos seus consumos com o custo diário da potência contratada.

Para isso a solução ideal é usar o simulador com consumos de energia em kWh, como o que a Comparamais lhe disponibiliza. Aqui poderá indicar quais os seus consumos e a potência para, com a análise das tarifas de todos os fornecedores, saber qual o preço mais reduzido para a energia.

Por isso, se quer ter o melhor preço kWh do mercado não hesite. Use o simulador de preços de energia e comece agora a poupar nas suas faturas.