Ativar Dark Mode

Poupar Dinheiro - Veja as 10 melhores dicas para poupar

Nuno Fatela

Há várias dicas e estratégias para poupar dinheiro e fazer render mais o salário. Elas ajudam-no a reduzir despesas, cortar gastos desnecessários e a organizar melhor as contas. Ou seja, a gerir o seu orçamento com mais eficácia. Veja agora as melhores dicas para poupar para poupar dinheiro e aprenda a importância de definir orçamentos, analisar os gastos, criar objetivos de poupança, usar apps para compras, comparar os preços e outras estratégias para gastar menos dinheiro.

As melhores dicas para poupar dinheiro:

Existem várias formas de poupar dinheiro todos os meses, que passam por uma melhor organização do orçamento, gestão correta do salário, cortar despesas nos créditos e nos serviços de casa e usar aplicações que ajudam a poupar. As melhores formas de poupar dinheiro são as seguintes:

  • Definir o orçamento
  • Analisar gastos
  • Poupar o salário com uma poupança mensal fixa
  • Criar metas e objetivos de poupança
  • Negociar créditos e despesas
  • Usar bem os cartões de créditos e evitar compras em prestações
  • Não fazer compras por impulso
  • Usar Apps de Poupança para as compras e gestão
  • Esperar pelas promoções
  • Comparar os preços

Estas são dez dicas para poupar o salário que o vão ajudar a gerir as despesas e, além disso, garantir que não está com "a corda ao pescoço" à espera do dia de pagamento.  Veja agora, ao detalhe, como funcionam estas dicas e quais pode aplicar à sua vida financeira.

Conheça o orçamento para Poupar o salário

Para ter mais dinheiro deve, em primeiro lugar, saber quanto dinheiro tem. Para isso tem de ver qual o seu salário líquido e depois as despesas que são fixas. Ou seja, aquelas contas que todos os meses são iguais e obrigatórias, como a prestação do crédito habitação ou renda da casa, o pacote TV Net Voz, as contas de água e luz e mensalidades de créditos.

Por exemplo, imagine que recebe 1200€ e paga 500€ de prestação, 50€ de internet e telemóvel, 35€ de luz e gás, 15€ de água e 150€ de crédito. Ou seja, o total de despesas são 750€. Por isso, só restam 450€ para alimentação, combustíveis e, se possível, poupar algum dinheiro do salário…

 Analisar gastos

Costuma-se dizer que sair dinheiro da carteira é facil, mas entrar é que é mais difícil. Para evitar ter este sentimento analise todos os seus gastos. Para isso comece por pedir sempre faturas para depois analisar as despesas que pode evitar fazer.

Por exemplo, se bebe três cafés fora de casa (pequeno-almoço, almoço e jantar) com um custo de 60 cêntimos, esta é uma despesa de 1.80€ por dia. Se multiplicar pelos 30 dias do mês está a gastar 54€ só em cafés!

Mas se reduzir o consumo e beber apenas um café fora de casa por dia, já só gasta 18€. Ou seja, gastou menos 36€ e começou a poupar no salário… Este é apenas um exemplo, mas há muitos outros gastos que fazemos no dia-a-dia e que podemos evitar. Veja quais são os seus para cortar nas despesas.

Poupar o salário com uma poupança mensal fixa

Retirar logo um valor fixo todos os meses é uma excelente forma de poupar no salário. Isso significa que tem menos dinheiro para gastar, mas também permite ter um fundo para férias ou para emergências. 

Por exemplo, se recebe 1500€ e retirar 200€ todos os meses para uma conta de poupança, você consegue juntar 2400€. Suficiente para umas férias de sonho ou para comprar aqueles eletrodomésticos que tanto precisa? Então comece agora a fazer uma poupança fixa ou adira a um PPR - Plano Poupança Reforma para ir juntando dinheiro.

Criar metas e objetivos de poupança

Estabelecer metas e objetivos de poupança é uma excelente forma de poupar o salário. Tal como acontece com uma poupança fixa, neste caso os objetivos são a longo prazo. Além disso, eles podem ser definidos por categoria.

Por exemplo, coloque a meta de gastar menos 50€ em refeições fora de casa todos os meses e gastar menos 50€ com as encomendas de comida na Uber Eats e Glovo. Pode parecer pouco, mas ao final do ano você poupa mais 1200€ só com estas duas metas de poupança.

Negociar créditos e despesas

Esta é uma das dicas para poupar o salário com mais impacto, porque baixa a sua taxa de esforço. Ou seja, a quantidade do seu salário que está destinada a pagar empréstimos ou outras despesas como a renda (que pode baixar com o apoio à renda). Por isso, você fica imediatamente com mais dinheiro no fim do mês.

Existem várias opções para negociar créditos. Por exemplo, pode renegociar o crédito habitação e conseguir juros mais baixo, uma taxa fixa por dois anos ou poupar nos seguros. Também pode transferir os créditos e, para os créditos pessoais, crédito automóvel e cartões de crédito, fazer um crédito consolidado para pagar menos até 60% na prestação mensal.

Esta opção também se aplica aos investimentos, já que pode alterar os depósitos que tem nos bancos para ter mais lucros com uma TANB e TANL mais altas.

Usar corretamente os cartões de créditos e evitar compras em prestações

Faça compras com cartão de crédito apenas na modalidade sem pagamento de juros nos cartões. E evite compras a prestações (por exemplo, de telemóveis ou eletrodomésticos) porque paga juros e aumenta o valor que vai pagar. É melhor poupar e juntar dinheiro até ter capacidade para comprar, porque evita pagar juros, comissões e outros custos.

Usar Apps de Poupança para poupar o salário

Há várias apps de poupança que o ajudam a gerir melhor o dinheiro e a poupar o salário. Elas permitem, por exemplo, categorizar todas as despesas para saber para onde está a ir o seu ordenado todos os meses. E, como conhecimento é poder, elas dão-lhe as ferramentas para saber onde poupar.

O funcionamento é muito simples. Coloque o seu salário e todas as despesas que faz na app para ter um relatório sempre correto daquilo que gasta. Dessa forma sabe em que despesas pode cortar. Além disso, elas também permitem criar metas de poupança.

Poupar nos gastos fora de casa

As chamadas compras por impulso são um pesadelo para poupar o ordenado. Cinco euros aqui mais dez euros ali e, quando repara, já está novamente a esticar o salário. Seja consciente e analise se aquilo que vai comprar é mesmo necessário ou se é apenas um luxo ou capricho que pode dispensar.

Evitar estas despesas é uma excelente forma de aumentar a sua poupança. Por exemplo, saia de casa sem cartões e apenas com o dinheiro que precisa para comprar o que é essencial. Dessa forma vai ver que o dinheiro demora muito mais a acabar na conta bancária.

Esta consciência aplica-se a todas as despesas que faz na rua. Ou seja, cada compra, cada refeição, até mesmo em despesas de saúde e no custo das análises clínicas você deve procurar sempre os melhores preços e formas de reduzir os gastos fora de casa.

Esperar pelas promoções

Esperar pelos momentos dos saldos 2024 ou pelas promoções das lojas é uma excelente oportunidade de poupança. Por exemplo, se quer trocar a televisão espere pelas promoções com oferta do IVA ou pela Black Friday, porque pode poupar até 60% nas suas compras.

Esta técnica também se aplica às compras de casa. Com os preços dos alimentos a subir, se você esperar pelas promoções e descontos para comprar cada produto os seus gastos vão baixar bastante. Por isso, aproveitar as baixas de preços e os descontos de cartões como o Cartão Poupa Mais ou o Cartão Continente são uma das melhores formas de poupar o salário.

Comparar os preços de todos os produtos

Não comprar sem comparar os preços é a melhor forma de poupar em cada despesa. Isto aplica-se, por exemplo, aos preços nos supermercados, às viagens, ao combustível e às faturas de eletricidade.

Quer confirmar que comparar os preços é uma excelente forma de poupar o salário? Então aceite agora este desafio: visite os simuladores de preços, compare todas as empresas e descubra quanto poupa se mudar de fornecedor ou se mudar de banco

Pedir Agora Crédito Pessoal

Simular