Saiba como funciona a instalação do gás em casa e todas as regras

Nuno Fatela

Fazer a instalação do gás é o primeiro passo para ter gás canalizado na sua casa. Mas existem diversas etapas neste processo. Veja quanto custa a instalação de gás em casa, tudo o que precisa fazer e os documentos a apresentar. Cada passo envolve estudos prévios, procedimentos técnicos, obras ou inspeções, e existem custos para instalar o gás em casa. Veja ainda quais são os ORD que fazem a instalação do gás, quanto tempo demora para instalar gás em casa e se é obrigado a ter o fornecimento de gás com a mesma empresa que fez a instalação.

Como é feita a instalação do gás em casa?

A instalação de gás natural desde a rede pública é feita com os seguintes passos:

  1. Pedido de Acesso ao Operador de Rede de Distribuição (ORD), para que seja efetuado um ramal de ligação da rede pública até à sua casa;
  2. Análise de Condições Técnicas, em que o ORD estuda a possibilidade de instalar o gás e, segundo critérios definidos pela ERSE, qual o custo da ligação do gás até casa;
  3. Instalação do Ramal de Ligação, com a colocação dos tubos de canalização de gás até ao seu contador;
  4. Instalação da Rede Interna do Gás, que serve para que o gás "circule" na sua habitação. Preferencialmente, ela já deve estar construída quando pede o ramal de ligação. Esta obra tem de ser feita por uma entidade acreditada pela DGEG e ser acompanhada de um termo de responsabilidade
  5. Conversão de Equipamentos, para que possam trabalhar a gás natural. Acontece, por exemplo, com caldeiras e esquentadores;
  6. Inspeção, em que uma empresa credenciada pela DGEG analisa as condições da instalação do ramal de ligação, dando luz verde para o fornecimento;
  7. Criação do CUI do gás, em que a casa, e respetivo contador, passam a ter um código específico composto por 20 dígitos que indica a morada do abastecimento;
  8. Contratação da empresa comercializadora de gás, que lhe fará a venda da eletricidade. Esta pode ser distinta do seu ORD;
  9. Agendamento da ligação e inspeção da rede interna. Após contratar o serviço, é feita a ligação do contador de gás, altura em que também acontece uma segunda inspeção. Entre as exigências a cumprir estão a garantia de que tem luz e água em casa, para analisar o funcionamento de esquentadores e caldeiras, bem como a verificação dos sistemas de ventilação e exaustão de gases;
  10. Utilização do gás, porque depois de inspecionada a instalação de gás já poderá passar a ter o gás natural em casa para aquecimento da água e do ar, cozinhar e outras tarefas

Como funciona a rede do gás?

A rede de gás funciona com três elementos principais. Tudo começa com a rede pública de distribuição, que transporta o gás natural desde a origem até ao segundo elemento, o ramal de ligação. Esta é a canalização que, a partir da rede pública, leva o gás até à entrada da sua casa. Por fim, surge a instalação interna, desde o contador até aos seus eletrodomésticos.

Quando se fala da instalação de gás, fala-se principalmente da construção do ramal de ligação, para que a rede pública seja "partilhada" com a sua casa, e da rede interna, composto pelas infraestruturas para que o gás seja enviado na sua habitação até ao esquentador, fogão, caldeira e outros equipamentos.

Quanto custa a instalação do gás canalizado?

O custo da instalação do gás depende da complexidade da obra que é feita. Existem diversos fatores a considerar nos custos, que dependem das tarefas ainda a cumprir. No caso mais complicado, em que não existe um ramal de ligação, conte desde logo com os custos para:

  • 30,90€/m de instalação além nos 100m de comprimento máximo definidos pela ERSE;
  • 49,50€/m para a rede a construir, caso seja necessário aumentar a rede pública até um local mais próximo da sua habitação.

Existem outros trabalhos diversos no processo de ligação do gás com custos. Entre as restantes despesas, contemple ainda a hipótese de ter de pagar:

  • O projeto e o orçamento, em conjunto, rondam os 100€
  • O certificado da instalação pode representar um encargo de mais 60€
  • Conversão de Equipamentos para gás natural - Cerca de 150€
  • Instalação de Tubagens na rede interna - Podem custar cerca de 250€ se forem externas, caso as queira embutir dentro da parede conte com uma despesa mais elevada;
  • Trocar o esquentador de local - Caso isto seja necessário, para reduzir os custos de instalação das tubagens ou por exigências na exaustão dos gases, pode pagar até 250€;
  • Por fim, a inspeção interna da instalação custa cerca de 50€. Mas ela é oferecida por algumas empresas na contratação do serviço ou para mudar de fornecedor de gás;

Quem são os ORD?

Os Operadores de Redes Públicas (ORD)são as empresas que fazem a ligação dos ramais de acesso a sua casa. Existem diferentes concessões para as várias regiões do país:

  • Amarante, Bragança, Chaves, Marco de Canavezes e Vila Real - DurienseGás
  • Porto, Braga e Viana do Castelo - Portgás
  • Leiria, Coimbra, Aveiro - LusitaniaGás
  • Zona Centro e Beira Interior (59 concelhos) - BeiraGás
  • Alenquer; Amadora; Azambuja; Cadaval; Cascais; Lisboa; Loures; Mafra; Odivelas; Oeiras; Sintra; Torres Vedras; Vila Franca de Xira - LisboaGás
  • Santarém e Portalegre - TagusGás
  • Margem Sul da Área Metropolitana de Lisboa - SetGás
  • Évora e Sines - DianaGás
  • Beja - PaxGás
  • Faro, Olhão e Portimão - MediGás

Quem faz a inspeção do gás?

Existem 25 empresas licenciadas pela DGEG para fazer a inspeção do gás. Para saber qual a entidade mais barata e mais próxima de si, veja a lista de empresas de inspeção do gás no site da DGEG.

Quanto tempo demora a instalação do gás?

O prazo da instalação do gás natural depende da natureza das obras a efetuar. No pior caso, em que não exista nenhuma ligação, pode levar alguns meses e os passos são os seguintes:

  • Construir o ramal
    Tem primeiro de pedir a instalação do ramal, devendo ser orçamentado o seu custo num prazo de 30 dias. Mas depois, antes da obra, por ser em espaço público e poder ter intersecção com redes de outros serviços (eletricidade, água, etc) são necessárias autorizações para as obras. Depois de começarem os trabalhos, a sua velocidade de execução também depende da extensão do ramal a construir.
  • Fazer a rede interna
    Em simultâneo pode ir preparando a casa para ter gás natural. Os custos podem ser diversos, mas o prazo será seguramente inferior.
    Se for um trabalho relativamente simples (abrir o espaço, instalar os tubos e as ligações aos equipamentos e voltar a fechar a parede) pode levar menos de uma semana. Mas o tempo para esta obra depende, por exemplo, do tamanho da moradia e da quantidade de equipamentos que pretende ligar.
  • Inspeção e instalação do contador
    A inspeção do gás, que será paga no momento em que é efetuada, não demora muito tempo, e até pode ser acordada logo com a instalação do contador. Caso opte por fazer os dois processos em separado, após ter a inspeção feita, as empresas demoram entre 5 a 7 dias para dar início ao fornecimento de gás.

Tenho de escolher a mesma empresa de instalação de gás para o fornecimento?

Não de escolher a mesma empresa de instalação de gás para o fornecimento. As empresas que fazem a instalação funcionam principalmente como distribuidores de último recurso (CUR de gás), para clientes vulneráveis economicamente ou locais e não oferecem as vantagens e descontos do mercado liberalizado.

Por isso, pode sempre escolher o fornecimento com as empresas do mercado livre. Para saber qual o preço de gás mais baixo use o simulador de preços de gás. Assim poderá saber o melhor preço de gás e se tem vantagens ao contratar os serviços de luz e gás em conjunto.

Poupe até 50% nas faturas

Simular