Compare os tarifários de luz e gás e escolha o plano de energia mais barato

Atualizado em Fevereiro de 2020

Com dúvidas?

Nós damos uma mãozinha a encontrar a melhor oferta

Ciclo Horário Simples
Fora Vazio 2500 kWh
Potência Contratada 6.9 kVA
Estimativa Atual 732,80 €
Estimativa/ano € 206,12

Se ativar a fatura eletrónica e débito direto oferta de €1 por mês, nos primeiros 5 meses

Características Principais
10% de desconto;
Incluí serviço de assistência técnica;
Se ativar a fatura eletrónica e débito direto oferta de €1 por mês, nos primeiros 5 meses;
Ao contratar o serviço Manutenção Gás Iberdrola aumenta o seu desconto para 11% e os dois primeiros meses do serviço são grátis;
Sem compromisso de permanência.
Estimativa/ano € 206,12

A potência contratada corresponde ao valor máximo de eletricidade que a sua instalação pode receber

Características Principais
Poder escolher como quer pagar: débito direto, referência multibanco ou payshop;
A potência contratada corresponde ao valor máximo de eletricidade que a sua instalação pode receber;
Pode adicionar o serviço de Urgências Elétricas ao seu Plano Básico.
Débito Direto Fatura Eletrónica
Estimativa/ano € 206,12

Tarifa da Endesa para consumos domésticos ou pequenos comércios.

Características Principais
Preços fixos durante 12 meses;
Não obriga ao pagamento por débito direto;
A fatura pode ser em papel ou eletrónica;
Tarifa com 6% de desconto adicional no total da fatura durante 1 ano;
Tarifa com 2% de desconto adicional no total da fatura;
Sem compromisso de permanência.
Débito Direto Fatura Eletrónica
Estimativa/ano € 761,66

Tarifa dual mais económica da Endesa;

Características Principais
Tarifa Dual mais económica da Endesa;
Não é necessário a contratação de serviços extra;
Preços fixos;
Sem compromisso de permanência.
Débito Direto Fatura Eletrónica
Estimativa/ano € 555,54

Oferece descontos aplicáveis mediante contratações extras;

Características Principais
Preços fixos durante 12 meses;
Obriga a adesão ao débito direto e à fatura eletrónica;
Desconto no valor total da fatura;
Sem compromisso de permanência.

Como escolher o melhor plano de energia?

Os custos nas faturas de luz e gás afetam todos os portugueses, visto que é dinheiro gasto obrigatoriamente todos os meses. Como não é possível evitar este tipo de despesas podemos tentar reduzir os custos, começando pela nossa casa ao diminuir o uso desnecessário de equipamentos. Ainda assim, também é possível poupar na fatura, comparando todas as tarifas de luz e gás existentes no mercado português e optar pela mais conveniente.

Todos os anos a ERSE, Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos, faz uma revisão dos preços e das tarifas reguladas, bem como, das comercializadoras do mercado liberalizado. Por isso, convém comparar todas as tarifas de luz e gás e optar pela mais barata, tendo em conta o seu consumo.

Qual é a diferença entre o mercado livre e o mercado regulado de energia?

Desde 31 de dezembro de 2012 que, em Portugal, os preços ou tarifas fixadas anualmente deixaram de ser impostos pela Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos. Agora são definidos a título privado pelos fornecedores de energia.

Antigamente, os consumidores não tinham de se preocupar, uma vez que era a ERSE quem fixava os preços para todos os consumidores. A liberalização do mercado permitiu novas oportunidades para o fornecimento de gás e eletricidade, exigindo também uma maior necessidade de informação por parte dos consumidores, que agora podem escolher conscientemente qual é o melhor serviço.

Desde que Portugal aderiu ao mercado liberalizado de energia que a oferta de tarifários aumentou. São várias as empresas que comercializam luz e gás em Portugal. As mais populares são a EDP, GALP, Endesa, Iberdrola, entre outras.

Devo mudar já para o mercado livre?

Se ainda não mudou o seu contrato de luz ou gás do mercado regulado para o mercado livre saiba que tem de o fazer até 2020 obrigatoriamente. Contudo, esta mudança só traz vantagens: o mercado livre ajuda-o a poupar na fatura de luz ou gás porque lhe dá a possibilidade de escolher, entre muitos fornecedores, o que tem as tarifas mais atraentes e que se adaptam melhor ao que procura. 

No caso do mercado liberalizado, quando quiser alterar o comercializador de energia, faça a mudança só depois de fazer a comparação e assim já vai estar a poupar. 

Tarifa única ou tarifa dual: qual é a melhor?

A eletricidade e o gás podem ser ambos contratados a um único fornecedor. Isto ajuda a controlar as despesas através de uma única fatura dual e não duas em separado. Para além disso, facilita a economizar porque os fornecedores oferecem melhores serviços e aplicam descontos quando os serviços são contratados de forma conjunta.

Um fator importante é que só algumas companhias oferecem tarifários duais, como a GoldEnergy, a EDP e a Galp Energia.

Para garantir que escolhe a tarifa certa e a mais barata, de acordo com a potência elétrica que quer contratar e com o período horário, utilize o nosso comparador de luz e gás de forma a ter acesso a todas as tarifas dos diferentes fornecedores.

As tarifas horárias são os preços no consumo de energia que vão variar consoante o momento do dia. Assim, os clientes têm três tipos de tarifas:

  • Tarifa simples: paga-se o mesmo preço a qualquer hora do dia. Os preços nunca mudam.
  • Tarifa bi-horária: esta tarifa divide o dia em duas partes e, portanto, com dois preços diferentes. Nas chamadas horas de Vazio – das 22h às 8h -, a energia tem um custo mais reduzido porque o consumo é geralmente mais baixo. Pelo contrário, nas horas Fora de Vazio – das 8h às 22h -, a energia tem o custo mais alto.
  • Tarifa tri-horária: neste caso, o dia divide-se em três partes – horas de Vazio, horas Cheias e as horas de Ponta. Nas horas Cheias existe um preço médio, mais alto do que o da tarifa simples, e nas horas de Ponta existe o período com o custo mais alto. A tarifa tri-horária é mais vantajosa para as empresas.

 

Os fornecedores mais comuns e usados em Portugal são: EDP, Galp, GoldEnergy, Endesa, Iberdrola, LUZiGÁS, ENAT, Luzboa, YLCE, entre outras.

Sempre que não tiver um contrato de fidelização, poderá mudar de fornecedor sem nenhum tipo de custos. A grande vantagem do mercado livre é ter liberdade para mudar de empresa sem grandes complicações.

 

Em primeiro lugar, deve selecionar um operador. Para isso pode usar o site comparamais.pt que o ajuda a comparar os diversos fornecedores de eletricidade e gás, adequando-os à sua realidade económica e ao que precisa. Simule, compare e opte pela opção mais adequada para si. Deve ter em atenção vários aspectos, tais como: preços, condições de pagamento, prazos de resposta, reclamações e  pedidos de informação.

 

Em segundo lugar, deve contactar o fornecedor energético que lhe parece mais vantajoso e pedir soluções baseadas nos seus consumos atuais. Em regra geral, o novo fornecedor tratará dos procedimentos que necessita para a mudança. A rescisão do contrato com o antigo fornecedor é da responsabilidade da nova empresa a quem está a contratar o serviço.

 

Quando mudar de fornecedor deve pedir a ficha contratual, negociar as fidelizações (se for o caso), deve analisar muito bem as condições e os preços antes de assinar, ter atenção aos prazos e controlar os consumos.



Para fazer um contrato de eletricidade e/ou gás natural com qualquer fornecedor, deve apresentar os seguintes documentos e dados:

– Dados pessoais: cartão de cidadão e NIF

– Código Ponto de Entrega (CPE) e/ou Código Universal de Instalação (CUI)

– Contrato de arrendamento ou escritura do imóvel

– Detalhes da tarifa escolhida

– Meio de pagamento. Se quiser aderir ao débito direto, deve apresentar IBAN e SWIFT.

 

Se optar por um tarifário dual, a ligação pode demorar até 10 dias úteis. O ideal é ligar sempre primeiro a luz e depois o gás para poder realizar os testes de segurança pertinentes.

 

A melhor tarifa vai depender de vários fatores mas, principalmente, das necessidades do cliente. Este deve ter noção do seu nível de consumo por mês, do tipo de tarifa que mais lhe convém, considerar a potência contratada, etc. Todos estes fatores vão determinar qual é o melhor tarifário para si.

Aliás, a partir da liberalização do mercado, os clientes já não são obrigados a ficar ligados a um fornecedor. Para além disso, têm muito mais empresas para escolher. É por isso que, para encontrar a melhor tarifa de luz e gás, deve comparar as ofertas de todos os fornecedores. Pode fazer a comparação sempre que quiser e mudar gratuitamente de empresa.

A nossa sugestão é contratar tarifário dual pois é melhor que o simples e tem descontos melhores.

 

Por norma, os fornecedores oferecem descontos muito atraentes quando o cliente contrata os serviços de eletricidade e gás em conjunto. A tarifa dual também simplifica a gestão do orçamento familiar, visto que vai receber uma única fatura pelos dois serviços e, por último, vai lidar só com uma empresa.

 

A partir da liberalização do mercado, entraram novas empresas em Portugal, abrindo as possibilidades de escolha. Algumas das companhias fornecedoras de gás no país são: Alfa, Audax, Ecochoice, EDP Comercial, Endesa, Galp, GoldEnergy, Naturgy, entre outros.

 

Pode rescindir o contrato sempre que quiser. A maioria das empresas têm um formulário online através do qual você poderá pedir a rescisão dos serviços. Por norma, pedem os seguintes documentos:

  • Última fatura
  • Leitura do contador de eletricidade e/ou gás

Contudo, saiba que não é preciso cancelar o contrato se o seu objetivo é mudar de empresa fornecedora ou mudar de endereço. Nestes casos, não é preciso o cancelamento.

 

Sim, pode mudar de casa e manter o contrato de energia e gás. Para isso deve entrar em contacto com o seu fornecedor e apresentar os seguintes documentos:

  • Identificação do titular do contrato
  • CPE e CUI
  • Contrato de arrendamento ou título de propriedade da nova morada
  • A última leitura do contador anterior.