Portugal é o 3º país da Europa com mais taxas e impostos na energia

preço da eletricidade na Europa e em Portugal

Segundo os dados hoje revelados pela ERSE, Portugal tem o oitavo preço da eletricidade na Europa mais elevado e é a terceira nação a nível comunitário em que as taxas e os impostos pesam mais na fatura

Com base nos dados do Eurostat, a cada seis meses a ERSE publica a evolução dos preços da eletricidade na Europa. E os dados mais recentes, revelam que Portugal está dentro da média da preços, mas com um peso maior para o custo das taxas e impostos na fatura.

Os números do segundo semestre de 2020 indicam que Portugal tem o oitavo preço da energia mais elevado da Comunidade Europeia. Mas o custo é equivalente ao valor médio do kWh da eletricidade nos 27 estados-membro. 

Mas Portugal está também nos lugares cimeiros dos países com mais taxas e impostos. Apenas a Dinamarca (67%) e a Alemanha (52%) têm um peso maior para esta parcela dos custos.

Portugal é o terceiro país que cobra mais impostos e taxas, que correspondem a 47% do custo da eletricidade. Aos 28% dos CIEG (Custos de Interesse Económico Geral) juntam-se 19% de outras taxas e impostos.

Como 21% do preço que correspondem às redes, custeando o seu funcionamento e manutenção, apenas a 33% do custo total da fatura de energia é a eletricidade que consumiu. Estes dados vão de encontro à análise recente da Comparamais sobre o peso das tarifas e impostos na fatura de energia, onde demonstrámos que apenas 1/3 da fatura corresponde à eletricidade consumida.

Preço da eletricidade na Europa e em Portugal são idênticos

O preço médio do kWh na Europa e em Portugal para o último semestre foi praticamente o mesmo, já que em solo nacional o custo foi de 0,2133€/kWh, enquanto no espaço comunitário foi de 0,2134€/kWh. Um valor mais baixo que na Espanha (0,2298 €/kWh) e também que o dos países da Zona Euro (0,2272 €/kWh).

Descubra qual o preço mais baixo do kWh de energia em Portugal

Entre os países com o preço mais baixo da eletricidade na Europa é a Holanda que surge em primeiro lugar, abaixo dos 0,10 €/kWh. Depois estão vários países do leste europeu, com Bulgária, Hungria, Lituânia e Estónia também no Top-5 dos mais baratos.

Em sentido inverso, o país com o maior preço da eletricidade na Europa é a Alemanha, acima dos 0,30 €/kWh. Bélgica, Irlanda, Dinamarca e Espanha seguem-se na lista das tarifas de energia mais altas, todas acima do preço médio na Zona Euro.

Tarifa Goldenergy Digital - Luz e Gás
Energia Renovável Débito Direto Fatura Eletrónica Tarifa Goldenergy com descontos até 12% na luz e gás e isenção do termo fixo do gás
Estimativa/ano € 683,01
Você poupa/ano € 25,95
Características Principais
  • Preço com desconto de 12% pela adesão ao débito direto e fatura eletrónica
  • Isenção do termo fixo do gás, com o melhor preço do mercado
  • Eletricidade 100% proveniente de fontes renováveis
  • Todas as operações podem ser realizadas a partir de casa, na área de cliente
  • Sem fidelização
  • Adesão em apenas 48H, a mais rápida do mercado

Portugal é o 3º país com mais taxas e impostos no preço da eletricidade na Europa

No custo desagregado das componentes da energia elétrica, Portugal surge no pódio dos países que cobram mais taxas e impostos. Com 28% do preço a cargo dos CIEG, e mais 19% de taxas e impostos, isso significa que 47% da fatura são para estes encargos. Ou seja, metade do que paga são taxas e impostos, muitos deles englobados nas tarifas de acesso

Apenas a Dinamarca (67%) e a Alemanha (52%) têm um peso mais elevado dos impostos no preço final. No outro extremo encontramos a Holanda / Países Baixos, em que apenas 2% de impostos e taxas são cobrados na eletricidade. Uma realidade à parte, em conjunto com os 6% de Malta, já que a Bulgária, no terceiro posto para estes custos, já cobra 17%. 

O peso médio dos impostos no preço da eletricidade na Europa é de 40%, com a zona Euro a apresentar uma carga fiscal e de taxas similar, situada nos 41%.

Energia representa apenas 33% do preço da energia

Verificando ainda o custo das redes, que em Portugal está situado nos 21%, isso significa que apenas ⅓ da fatura de energia corresponde efetivamente à eletricidade que consumiu. Este valor está em linha com o custo médio da energia na Europa, já que ele representa 31% do valor médio do que pagam os cidadãos nas faturas.

Ou seja, como o ‘preço das redes em Portugal é mais baixo

Mercado livre traz oportunidades

Embora apenas ⅓ da fatura corresponda efetivamente à eletricidade que os portugueses gastam em casa, existe uma excelente oportunidade para muitos pouparem nas suas faturas. Como 95% dos clientes já estão no mercado livre, eles podem trocar de fornecedor a qualquer altura para encontrar preços mais baixos.

Existem diversas vantagens na mudança de fornecedor de energia. Em primeiro lugar, ela é grátis. Além disso, não há também nenhum período de fidelização e pode beneficiar de descontos até 20% na energia.

Esta é uma solução para poupar nas faturas de energia. Para saber qual o melhor de energia para a sua casa, compare os preços de luz e gás dos diversos fornecedores. Depois, com base nos consumos que encontra na sua fatura, use o simulador de preços de energia para descobrir quanto pode poupar se trocar de fornecedor de luz e gás.

Endesa - Plano e-Luz & Gás
Débito Direto Fatura Eletrónica Receba um vale de 30€ na Amazon
Estimativa/ano € 655,70
Você poupa/ano € 53,26
Características Principais
  • Oferta de vale de 30€ na Amazon
  • Desconto de 14% na fatura para sempre
  • Desconto aplicado ao custo da eletricidade e gás (preço kWh), no termo da potência contratada de luz e no termo fixo do gás
  • Exige débito direto e fatura digital
  • Contrato sem fidelização
  • Para obter o seu vale apenas precisa, depois da ativação do contrato, se inserir o código fornecido em https://www.energia-premios.pt/index
Endesa - Plano Quero+ Luz
Débito Direto Fatura Eletrónica Receba 30€ na adesão à eletricidade Endesa
Estimativa/ano € 511,35
Você poupa/ano € 11,09
Características Principais
  • Preços fixos durante 12 meses;
  • Descontos até 16% na tarifa Endesa;
  • Pagamento por débito direto opcional; A fatura pode ser em papel ou eletrónica;
  • Tarifa Endesa com 8% de desconto no total da fatura durante 1 ano;
  • Tarifa Endesa com 4% de desconto para sempre no total da fatura (3% na contratação de luz + 1% se decidir contratar também o gás, com as tarifas Endesa Dual);
  • Descontos adicionais, para sempre, na adesão ao débito direto (1%) e fatura digital (1%)
  • Desconto de 2% durante o primeiro ano, na contratação do serviço OK Eletrodomésticos ou OK Completo (manutenção dos equipamentos de casa a gás e eletricidade)
  • Disponíveis todos os meios de pagamento presenciais ou por via digital