Smart Meters – Conheça as vantagens dos contadores inteligentes de luz e gás

Saiba como funcionam os contadores inteligentes e as suas vantagens

Com instalação prevista para todas as casas até final de 2022, os contadores inteligentes (smart meters) são essenciais para as redes inteligentes de energia. Veja agora como eles funcionam e conheça as suas vantagens

As estimativas da energia são o principal motivo de confusão nas faturas de energia. Para eliminar esta situação, e garantir que não existem acertos nas contas de luz e gás, estão a ser progressivamente instalados os contadores inteligentes.

Estes novos equipamentos trazem diversas vantagens. Por exemplo, podem ser efetuadas alterações remotas da potência contratada, as avarias são sinalizadas pelos operadores mais cedo e, principalmente, garantem mais precisãona leitura dos kWh de energia consumidos.

Agora a Comparamais explica-lhe como funcionam os contadores inteligentes, também conhecidos como smart meters. Descubra as vantagens dos novos contadores de luz e gás…

Smart Meters – Uma nova forma de contar a eletricidade e gás

Foi em 2009, através das Diretivas Europeias 2009/72/CE (eletricidade) e 2009/73/CE (gás) que foi decidida a introdução nos países da União Europeia dos contadores inteligentes.

Com o fim da fase de avaliação em 3 de setembro de 2012, foi decidido que estes novos equipamentos deviam estar instalados em 80% das casas até final de 2020. E, dez anos após o arranque do processo, todas as casas deviam ter smart meters em 2022.

A sua implementação tem vindo a ser progressivamente feita, e cada vez há mais contadores inteligentes em Portugal. Mas, ainda assim, não está completa a sua instalação, pelo que muitos clientes continuam à mercê das estimativas e acertos dos consumos quando não fazem o envio das leituras.

Veja nesta imagem que informações e controlos tem um contador inteligente:

Controlos dos contadores inteligentes

As vantagens dos contadores inteligentes

O principal objetivo dos contadores inteligentes foi acabar com as estimativas e acertos de consumos. No entanto, como parte essencial da implementação das redes inteligentes de energia, eles têm outros benefícios que os clientes devem conhecer.

Leituras diárias, automáticas e remotas

Pela ligação remota (disponível para todos os clientes, mesmo quem não tem internet em casa), os contadores inteligentes conseguem enviar para o operador de rede contagens com intervalos de quinze minutos. Este procedimento é designado como telecontagem.

Por isso, os smart meters garantem dados muito mais precisos nas leituras dos consumos de energia, apenas com dados reais.

Verificação simplificada dos consumos

Para verificar se os dados apresentados correspondem ao que lhe está a ser faturado, pode ver os dados no quadro digital do contador inteligente.

Seguindo o procedimento habitual nas leituras da luz e gás, os valores 1.8.1 (Vazio), 1.8.2 (Ponta) e 1.8.3 (Cheias) para ver o consumo total. Assim pode confirmar se os dados que surgem na sua fatura de energia estão em consonância com o que está apresentado no smart meter.

Conheça as informações que aparecem no ecrã do seu contador inteligente

Aviso de avarias

Uma vez que os consumos são enviados automaticamente, também se torna muito mais simples ao operador de rede (a EDP Distribuição, rebatizada e-Redes) detetar falhas no fornecimento. E, assim, é muito mais rápida e simples e resolução de avarias elétricas.

Configurações remotas

Especialmente importante na pandemia, os contadores inteligentes evitam visitas técnicas a casa dos clientes. Eles permitem mudar o ciclo horário (simples e bi-horário), e também a alteração da potência contratada remotamente. Duas vantagens quando, por exemplo, decide mudar de fornecedor de energia.

Cortes e ligação automática

Os smart meters estão preparados para, em caso de falta de pagamento, fazer o corte automático da luz. Mas, se esta é uma má notícia, por outro lado também conseguem fazer a ligação novamente depois do pagamento da conta em falta, o que evita o custo da deslocação dos técnicos.

Além disso, os contadores inteligentes evitam fraudes com os consumos. Capazes de registar tentativas de violação do contador, bem como a ausência de consumos, facilitam os alertas para as equipas técnicas garantirem que as regras do mercado de energia estão a ser seguidas por todos os consumidores.

Preparados para o autoconsumo

Os clientes que tenham painéis solares e outros sistemas de geração de energia têm nos contadores inteligentes um aliado. Estes equipamentos estão já preparados para estes regimes, contemplando até a venda de energia à rede, permitindo uma gestão mais eficaz da eletricidade gerada nestes ecossistemas de energia renovável.

Quem é responsável pelos contadores inteligentes?

Como acontece com todos os contadores de luz, a responsabilidade do serviço está a cargo do operador de rede de distribuição. Ou seja, a e-Redes, novo nome da empresa que era conhecida como EDP Distribuição.

Ela efetua a ligação dos contadores e a sua monitorização, já que eles pertencem ao ecossistema mais alargado das redes inteligentes de energia.

Clientes são obrigados a aceitar os smart-meters, e a instalação é grátis

A instalação dos contadores inteligentes deverá estar concluída até 2022, embora com a pandemia possam existir alterações ao calendário aqui apresentado pela ERSE, com base nas diretivas europeias. E os clientes não se podem opor à sua instalação.

Mas existem regras para a mudança dos contadores de luz. Deve sempre existir um aviso prévio a informar da alteração para um contador inteligente. E, além disso, sempre que sejam adicionadas novas funcionalidades ao equipamento, também é preciso indicar os clientes. Neste caso, os clientes podem até recusar a adesão a estes novos serviços.

Quanto custam os contadores inteligentes?

Segundo a Lei 12/2008, os contadores de luz e de gás natural integram os serviços públicos essenciais. Como tal, são considerados um ativo não remunerado dos operadores de rede. Ou seja, estão proibidos de cobrar qualquer valor pelo preço, aluguer, amortização ou inspeções periódicas dos contadores.

Relativamente às inspeções periódicas dos contadores, elas são, tal como a mudança do contador, isentas de custos. Estas inspeções devem ocorrer com um máximo de 12 anos de intervalo.

No entanto, o cliente pode também pedir uma inspeção extraordinária. Neste caso o serviço tem custos que, como definido pela ERSE, podem variar entre 6,99€ e 269€.

O que fazer se ficar sem luz e já tiver um contador inteligente?

Neste caso deve, em primeiro lugar, adotar os procedimentos habituais nas falhas e avarias de eletricidade. Ou seja, começar por verificar se é um corte geral ou apenas na sua casa.

Depois deverá verificar o disjuntar, para saber se “o quadro disparou”. Caso também não seja o caso, pressione durante dois segundos o botão de controlo do contador inteligente (pode ver um exemplo desse botão na imagem seguinte).

A e-Redes deixa ainda uma última solução, se isto não funcionar. Desligue o disjuntor do quadro durante três segundos e volte a ligá-lo. Se ainda assim continuar sem eletricidade, use os contactos de avarias da EDP Distribuição / e-Redes para solicitar o apoio técnico.

modelos de smart meters disponíveis em Portugal
Estes são os modelos de smart meteres disponíveis em Portugal

Acesso ao histórico de consumos é outra vantagem dos contadores inteligentes

Um último benefício dos contadores inteligentes é permitirem que os clientes acedam ao seu histórico de consumos. Isto é possível porque cada contador tem um código específico, o CPE da eletricidade e o CUI do gás natural.

Poderá ter acesso ao diagrama de cargas pontuais (intervalo de 15 minutos durante 30 dias), bem como ao diagrama de cargas diários (consumos a cada 15 minutos dos últimos 24 meses). Para ver estes dados, deve estar registado na Área Reservada de Clientes e-Redes.

Vou pagar mais luz com os contadores inteligentes?

Como acontece com os anteriores contadores, também os smart meters são testados para garantir a performance e precisão da telecontagem de energia. Como tal, não é esperado que tenham qualquer efeito no que paga, já que registam os consumos como os equipamentos tradicionais.

As diferenças estão, principalmente, na capacidade de transmitir remotamente essas informações e também fazer alterações nos serviços sem intervenções em casa dos clientes.

Se pretende poupar na energia, não é através da mudança de contador que isso irá acontecer. Para isso deve comparar os preços de luz e gás, descobrindo que empresas têm o custo kWh mais barato.

A solução ideal para isso é usar o simulador de energia da Comparamais, que em media garantiu uma poupança de 200€ aos utilizadores em 2020. Agora pode ser a sua oportunidade de poupar. Simule os preços e descubra a melhor tarifa para si.