Ranking dos mais ricos 2019: Mark Zuckerberg perdeu quase 8 mil milhões de euros

Todos os anos, a revista norte-americana Forbes reúne uma lista das personalidades mais ricas do mundo.

Sabia que este ano o dono do Facebook, Mark Zuckerberg diminuiu a sua fortuna de 62 mil milhões euros para 54 mil milhões de euros? 

Veja as posições que ocupam os mais ricos do mundo.

Segundo a Forbes, desde o ano passado o número de pessoas multimilionárias tem vindo a diminuir, com menos 55 no espaço de um ano. Atualmente, há 2.153 multimilionários em todo o mundo. Saiba quem está no top 10.

O mundo capitalista continua a dar lugar para se criar mais riqueza, num mundo que continua desigual. Todos os anos, a revista norte-americana Forbes reúne uma lista das personalidades mais ricas do mundo. Segundo a Forbes, desde o ano passado o número de pessoas multimilionárias tem vindo a diminuir, com menos 55 no espaço de um ano. Atualmente, há 2.153 multimilionários em todo o mundo. Saiba quem está no top10.

Apesar da tendência forçada pela crise financeira, há novos membros nesta lista dos mais ricos do mundo. A Forbes destaca o mais recente membro, o chinês Colin Huang, fundador e CEO da empresa de comércio eletrónico Pinduoduo e  que chegou aos EUA em julho do ano passado. Além de Colin Huang, destacam-se ainda Daniel Ek e Martn Lorenzton, fundadores do Spotify; James Monsees e Adam Bowen, fundadores da Juul Labs, uma empresa de cigarros eletrónicos, Daniel Lubetzky fundador da Kind, uma marca de barras de cereais e frutos; e ainda Kylie Jenner, fundadora de uma marca de cosméticos com o mesmo nome, entrando assim como a mais nova multimilionária com apenas 21 anos.

Segundo a Forbes, a lista dos mais ricos do mundo tem vindo a ser abalada. Em 2019, a riqueza total destes multimilionários perfaz cerca de 7,7 triliões de euros, menos 356 mil milhões de euros do que em 2018.

A zona do mundo mais afetada pela perda de multimilionários com a região da Ásia. Pacífico, com menos 60 super-ricos no espaço de um ano. Seguiu-se a China, com menos 49 multimilionários, com a Europa, Médio Oriente e África a sentir o mesmo impacto. Por outro lado, os EUA detém agora o recorde, com 607 multilionários, entre eles os 14 mais mais ricos do mundo.

Conheça os 10 mais ricos do mundo

1º. Jeff Bezos e família – 116 mil milhões de euros

O empresário de 55 anos, fundador e presidente executivo da gigante do e-commerce Amazon faturaram cerca de 17 mil milhões de euros no último ano.  O dono da Amazon comprou o jornal norte-americano Washington Post, em 2013, e é dono da da empresa aeroespacial Blue Origin. Em 2018, a Amazon gerou receitas de mais de 204 mil milhões de euros e registou um recorde de 8,8 mil milhões de lucros.


2º. Bill Gates e família – 85,8 mil milhões de euros

O co-fundador da Microsoft preside, em parceria com a mulher Melinda Gates, a Fundação Bill & Melinda Gates. Bill Gates detém cerca de 1% das ações da Microsoft.


3º. Warren Buffet – 73,4 mil milhões de euros

Conhecido como  “O Oráculo de Omaha”, é considerado um dos investidores mais bem sucedidos do mundo.  Prometeu doar 99% da sua fortuna e, só em 2018, doou mais de 3 mil milhões de euros à Fundação Bill & Melinda Gates.



4º. Bernard Arnault e família 67,6 mil milhões de euros

O presidente da LVMH, a maior empresa de artigos de luxo do mundo, gere um império de 70 marcas e está por detrás do museu da Fundação Louis Vuitton.



5º. Carlos Slim Helu e família – 56,9 mil milhões de euros

Este é o homem mais rico do México e é dono da America Movil,  maior empresa de telecomunicações da América do Sul. Carlos Helu detém ainda 17% do jornal norte-americano The New York Times.



6º. Amancio Ortega – 55,7 mil milhões de euros

Ortega é o empresário mais rico do mundo no setor do retalho na Europa. É o fundador e dono de 60% da empresa Inditex, que tem lojas como a Zara, Pull&Bear, Massimo Dutti, Bershka ou Stradivarius.


LEIA AINDA: Quer poupar mensalmente mais dinheiro? Damos-lhe algumas dicas


7º. Larry Ellison – 55,6 mil milhões de euros

Em 1997, fundou a Oracle – empresa multinacional de tecnologia e informática – nos EUA. Ellison também gosta de investir, destacando-se a compra da Netsuite por 8,2 mil milhões de euros, em 2016, e a compra de 3 milhões de ações da Tesla no início de 2018.



8º. Mark Zuckerberg – 55,4 mil milhões de euros

O criador da rede social Facebook conseguiu manter o seu lugar no top10, apesar do escândalo com a Cambridge Analytica.



9º. Michael Bloomberg – 49,3 mil milhões de euros

É o co-fundador da agência de informação financeira Bloomberg, detendo 88% da empresa. Michael Bloomberg já foi o mayor de Nova Iorque e o seu nome é agora referido para a corrida à Casa Branca, em 2020.


Larry Page Google Background

10º. Larry Page – 45,2 mil milhões de euros

Larry Page é o atual CEO da Alphabet, a empresa-mãe da Google, que co-fundou em 1998.


Segundo a Forbes, a lista dos mais ricos do mundo tem vindo a ser abalada. Em 2019, a riqueza total destes multimilionários perfaz cerca de 7,7 triliões de euros, menos 356 mil milhões de euros do que em 2018.

A zona do mundo mais afetada pela perda de multimilionários com a região da Ásia. Pacífico, com menos 60 super-ricos no espaço de um ano. Seguiu-se a China, com menos 49 multimilionários, com a Europa, Médio Oriente e África a sentir o mesmo impacto. Por outro lado, os EUA detém agora o recorde, com 607 multilionários, entre eles os 14 mais mais ricos do mundo.

O mais recente relatório da Oxfam sobre a distribuição de riqueza do mundo, de janeiro de 2017, revelava que oito pessoas possuíam a mesma riqueza de 3.600 milhoes de pessoas, a metade mais pobre, denunciado a concentração de riqueza e desigualdade que continua a crescer.