Luz e Gás: tudo o que precisa de saber sobre os melhores preços

A fatura da luz e do gás é das que mais peso faz na vida dos portugueses. Descubra neste artigo a poupar no final do mês e a encontrar os melhores preços.

  1. O que é o mercado livre e o mercado regulado?
  2. Devo mudar para o mercado livre já?
  3. Devo escolher uma tarifa simples ou uma tarifa dual?
  4. Quais são as tarifas horárias que existem?
  5. Qual é a empresa com a eletricidade mais barata?
  6. Qual é a empresa com o gás mais barato?
  7. Qual é a melhor tarifa dual?
  8. O que é a potência contratada?
  9. Quais são os fornecedores de energia e gás mais comuns em Portugal?
  10. Como é que posso contratar uma tarifa de luz e gás?
  11. Depois de contratar a tarifa quanto tempo demora a ter os serviços em casa?
  12. Como é que posso fazer a mudança de fornecedor de energia?
  13. É possível rescindir o contrato de energia?
  14. O que ter em conta para contratar a melhor companhia de energia?
  15. Como é que posso poupar na conta da luz e/ou do gás?
  16. Escolha o seu fornecedor de energia

As faturas da luz e do gás afetam todos os portugueses, porque é dinheiro gasto todos os meses. Não sendo possível evitar esta despesa, há sempre forma de, pelo menos, diminuir o uso desnecessário de equipamentos e também de poupar na fatura. Com este artigo a Comparamais ajuda-o a comparar as tarifas de luz e gás que existem no mercado português e a escolher a mais indicada para si.

O que é o mercado livre e o mercado regulado?

Desde 2012 que se está a proceder à extinção gradual das tarifas reguladas de venda de eletricidade e gás natural, mas às vezes não é assim tão fácil perceber o que é o mercado regulado e o mercado livre.

A diferença é simples: no mercado regulado era a ERSE (Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos) quem fixava as tarifas e os preços e revia-os anualmente. O mercado livre (ou liberalizado) de energia permite que o consumidor escolha o seu fornecedor de luz e/ou gás natural. Os preços no mercado livre são determinados por cada fornecedor e não pela ERSE.

Devo mudar para o mercado livre já?

A data estabelecida para a mudança para o mercado livre é 31 de dezembro de 2020, por isso, tem até lá para fazer a mudança.

Tenha em conta que a mudança só tem benefícios, pois o mercado livre vai ajudá-lo a poupar na fatura da luz e/ou gás, uma vez que lhe dá a possibilidade de escolher entre muitos fornecedores o que se adequa melhor às suas necessidades e ao que procura.

Quando quiser alterar o seu fornecedor de energia, no caso do mercado liberalizado, faça primeiro uma comparação para perceber onde é que pode poupar.

VEJA MAIS: Sabia que cada vez que abre o forno gasta 20% de energia e calor na sua fatura da luz?

Devo escolher uma tarifa simples ou uma tarifa dual?

Alguns fornecedores já dão a possibilidade de a eletricidade e o gás sempre ambos contratados a um único fornecedor.

Optar por uma tarifa dual pode ser é uma grande ajuda para controlas as despesas com uma única fatura dual, em vez de ter duas em separado. A tarifa dual não só é prática nesse sentido como também pode trazer outro tipo de benefícios: facilita a economizar, uma vez que os fornecedores oferecem melhores serviços e fazem descontos quando os serviços são contratados de forma conjunta (tarifa dual).

No entanto, tenha em conta que só algumas companhias é que oferecem tarifas duais, como a EDP, a GoldEnergy e a Galp Energia.

Não se esqueça de comparar todas as tarifas dos diferentes fornecedores para ter a certeza que escolher a tarifa certa e mais barata com base nas suas necessidades.

Quais são as tarifas horárias que existem?

Existem três tarifas: tarifa simples, tarifa bi-horária e tarifa tri-horária. Mas o que significam?

É importante entendes que as tarifas horárias são os preços associados ao consumo de energia que vão variar consoante o momento do dia.

A tarifa simples é a mais conhecida e também a mais usada nas casas portuguesas. Nesta primeira tarifa o preço não muda e paga-se sempre a mesma coisa independentemente da hora do dia em que estamos.

Já a tarifa bi-horária está dividida em duas partes do dia e, por isso, tem dois preços diferentes. Estas duas partes estão divididas entre: horas de Vazio e horas Fora de Vazio. As chamas horas de Vazio são das 22 horas até às 8 horas e a energia tem um custo mais reduzido, uma vez que o consumo é geralmente mais baixo. Por outro lado, as horas Fora de Vazio são das 8 horas às 22 horas e é onde a energia tem o custo mais alto. Se utilizar as horas mais adequadas para o consumo de energia vai conseguir poupar até 20€ por fatura.

Por fim existe a tarifa tri-horária. Como o nome indica, esta divide-se em três partes – horas de Vazio, horas Cheias e horas de Ponta. Como na tarifa bi-horária, as horas de Vazio dizem respeito à altura do dia onde o custo é mais reduzido. Nas horas Cheias existe um preço médio, onde o preço é mais alto do que na tarifa simples. Por fim, nas horas de Ponta são o período onde o custo é mais elevado. A tarifa tri-horária é mais vantajosa para as empresas.  

Qual é a empresa com a eletricidade mais barata?

A Endesa destaca-se por ser a opção mais em conta nas ofertas simples para o público. No entanto, a Galp Energia e a EDP Comercial são os fornecedores mais baratos. Tenha em conta que os valores dos diferentes fornecedores também diferem consoante o seu agregado familiar. Por exemplo: para um casal sem filhos e que, consequentemente, tem um consumo de energia mais reduzido, a GoldEnergy é a melhor e mais barata opção.

A Comparamais consultou dos dados presentes no boletim de ofertas comerciais de eletricidade no segundo trimestre de 2019 da Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos e percebeu quais são as opções mais em conta de acordo com o seu agregado familiar.

Casal sem filhos

FornecedorPreço por mêsPreço por anoPoupança por ano
GoldEnergy36,9€443€28€

Casal com dois filhos

FornecedorPreço por mêsPreço por anoPoupança por ano
Galp Energia89€1068€58€

Casal com quatro filhos

FornecedorPreço por mêsPreço por anoPoupança por ano
Galp Energia187,9€2255€137€

Através dos gráficos podemos concluir que não há uma resposta comum para todas as situações. Como tal, é importante ter algumas coisas em conta quando está a contratar um serviço de luz e/ou gás.

  • As pessoas que residem na casa têm horários relativamente fixos todos os dias?
  • Quais são os períodos de maior consumo de energia?
  • Em que alturas há mais pessoas em casa?
  • Quando é que costuma utilizar os eletrodomésticos de maior consumo energético, como máquinas de lavar e secar e fornos elétricos?

Veja ainda: Luz: os preços vão aumentar ou descer em 2020?

Descubra mais sobre os preços mais baixos de eletricidade: Luz: Tudo o que precisa de saber sobre os preços mais baixos

Qual é a empresa com o gás mais barato?

Para escolher a melhor empresa de gás é preciso ter algumas coisas em conta:

  • Fidelização: o cliente vai beneficiar mais se contratar uma tarifa sem fidelização para conseguir usufruir das vantagens do mercado livre. Caso o faça, pode mudar de fornecedora a qualquer momento e melhorar a sua tarifa;
  • Termo fixo: o termo fixo é a qualidade fixa dentro de cada escalão, independentemente do preço do consumo. Tenha em conta que ter um grande desconto no termo fixo não significa que vá poupar significativamente;
  • Preço da energia: é o ponto mais importante da sua fatura. O preço da energia é a quantidade a pagar por cada kWh consumido. Um desconto aqui seria significativo para poupar.

Depois de consultados os dados presentes no boletim de ofertas comerciais de gás natural no segundo trimestre de 2019 da ERSE percebemos qual é a melhor companhia adequada ao seu agregado familiar à semelhança do que fizemos com as empresas de luz.

Casal sem filhos

FornecedorPreço por mêsPreço por ano Poupança por ano
Endesa11,33€136€11€

Casal com dois filhos

FornecedorPreço por mêsPreço por ano Poupança por ano
Endesa21,58€259€25€

Casal com quatro filhos

FornecedorPreço por mêsPreço por ano Poupança por ano
Galp Energia45,41€545€11€

Para saber mais sobre as fornecedoras de gás consulte: Gás: Tudo o que precisa de saber sobre os melhores preços

Qual é a melhor tarifa dual?

A tarifa dual pode ajudar a poupar mais no final do mês, uma vez que as fornecedoras que fornecem tarifas duais têm descontos bons associados a esta tarifa.

A ERSE demonstrou no boletim de ofertas comerciais de eletricidade e gás natural no segundo trimestre de 2019 qual é a melhor tarifa dual adequadas ao agregado familiar.

Casal sem filhos

FornecedorPreço por mêsPreço por anoPoupança por ano
GoldEnergy48,33€580€40€

Casal com dois filhos

FornecedorPreço por mêsPreço por anoPoupança por ano
EDP Comercial110,91€1331€80€

Casal com quatro filhos

FornecedorPreço por mêsPreço por anoPoupança por ano
EDP Comercial230€2760€188€

Depois de lhe mostrarmos alguns exemplos de acordo com o boletim da ERSE, tenha em conta que a melhor tarifa vai depender de vários fatores, principalmente da necessidade do cliente. Para escolher a fornecedora mais adequada para si deve ter em conta o nível de consumo por mês, o tipo de tarifa mais acertado para o que pretende, ter em conta a potência contratada, entre outras coisas.

O que é a potência contratada?

Muitas vezes não sabemos o porquê do nosso quadro de eletricidade ter ido abaixo. A resposta é simples: a potência que contratou é inferior ao consumo dos equipamentos que tem ligados. Para saber qual é a sua potência contratada basta ver a sua fatura logo na parte inicial.

 A potência contratada permite-o saber o número de equipamentos que pode ter ligados em simultâneo. Para ter um bocadinho de mais noção de que potência contratada precisa a Comparamais dá-lhe dois exemplos:

  • Se quer ter ligado, em simultâneo, um frigorífico, uma máquina de lavar roupa, um microondas e duas televisões então deve ter uma potência de 4,60 kVA.
  • Com um frigorífico, uma arca congeladora, duas máquinas de lavar (loiça e roupa), uma placa de indução, um forno e três televisões ligados em simultâneo então a sua potência deve ser de 6,90 kVA.

Caso queira alterar a sua potência pode fazer um pedido por escrito à sua fornecedora de energia ou então ir ao site da empresa e preencher um formulário online.

Quais são os fornecedores de energia e gás mais comuns em Portugal?

Os fornecedores de energia mais comuns e usados em Portugal são: EDP, Galp, GoldEnergy, Endesa, Iberdrola, LUZiGÁS, ENAT, Luzboa, YLCE, entre outras.

Por outro lado, alguns dos fornecedores de gás disponíveis no país são: Alfa, Audax, Ecochoice, EDP Comercial, Endesa, Galp, GoldEnergy, Naturgy, entre outros.

No boletim do Mercado Liberalizado de Eletricidade da ERSE de agosto de 2019, no que diz respeito às quotas de mercado, a EDP Comercial manteve-se como o principal operador no mercado livre em número de clientes, com cerca de 79% do total de clientes do Mercado Liberalizado (ML). Já no que diz respeito ao consumo, a EDP tem cerca de 42% dos fornecimentos no ML.

Ao compararmos os vários resultados dos diversos fornecedores, apenas a Iberdrola, com 6%, é que registou um aumento das suas quota em número de clientes.

Quanto ao consumo, tanto a Galp (6,7%) e a Endesa (17,2%) é que registaram uma redução das suas quotas.

Como é que posso contratar uma tarifa de luz e gás?

Para fazer qualquer contrato de eletricidade e/ou gás natural, deve apresentar os seguintes documentos:

  • Dados pessoais: cartão de cidadão e NIF
  • Código Ponto de Entrega (CPE) e/ou Código Universal de Instalação (CUI)
  • Contrato de arrendamento ou escritura do imóvel
  • Detalhes da tarifa que escolheu
  • Meio de pagamento. Caso queira aderir ao débito direto, deve apresentar o IBAN e SWIFT.
Chama do fogão a gás

Depois de contratar a tarifa quanto tempo demora a ter os serviços em casa?

Caso opte por um serviço dual, a ligação dos serviços deve demorar até 10 dias úteis a ser feita. O indicado é ligar sempre primeiro a luz e só depois o gás para os testes de segurança sejam realizados.

Como é que posso fazer a mudança de fornecedor de energia?

Se não tem um contrato de fidelização pode mudar de fornecedor sem qualquer tipo de custo. É essa uma das grandes vantagens do mercado livre: tem liberdade para mudar de empresa sem grandes complicações.

Para fazer a mudança deve seguir alguns passos.

– Passo um: selecionar um fornecedor. Para o fazer deve comparar os vários fornecedores de eletricidade e gás, adaptando-os ao que precisa. Simule e compare para escolher a melhor opção. Para escolher o fornecedor deve ter em conta alguns aspetos, como: condições de pagamento, prazos de resposta, reclamações, pedidos de informação e, mais importante, preços.

– Passo dois: deve contactar o fornecedor energético que considerou o mais indicado para si e pedir soluções com base nos seus consumos atuais. O novo fornecedor deverá tratar dos procedimentos que necessita para a mudança.

– Passo três: quando fizer a mudança peça ao seu fornecedor a ficha contratual, negocie as fidelizações (se for preciso), analise as condições e os preços antes de assinar, tenha em atenção os prazos e controle os consumos.

É possível rescindir o contrato de energia?

A resposta é sim, pode rescindir o contrato sempre que quiser. Muitas empresas têm um formulário online onde pode fazer o pedido de rescisão dos serviços. Normalmente, as empresas pedem os seguintes documentos para efetuar o pedido:

  • Última leitura
  • Leitura do contador de eletricidade e/ou gás

Caso queira rescindir o contrato por ir mudar de casa saiba que não o precisa de fazer. Se a sua situação for a mudança de casa, deve entrar em contacto com o seu fornecedor energético e apresentar vários documentos, tais como:

  • CPE e CUI
  • Identificação do titular do contrato
  • Contrato de arrendamento ou título de propriedade da nova morada
  • A última leitura do contador anterior.

O que ter em conta para contratar a melhor companhia de energia?

Atendimento ao cliente:um dos pontos importantes na escolha de um fornecedor de energia é o serviço de alta qualidade do atendimento. No caso de ter algum problema, é importante que o mesmo seja resolvido facilmente. Para fazer uma mudança de potência ou alteração de titularidade, estes problemas devem ser resolvidos de forma rápida e sem complicações;

Serviços de manutenção adicionais:a manutenção de equipamentos ou até mesmo a instalação elétrica e de gás podem não estar incluídos nos serviços de alguns fornecedores. É importante escolher um que tenhas estes serviços. No caso de não estarem incluídos, estes serviços vão representar um custo extra no final do mês e uma fidelização de 12 ou 24 meses.

Tarifas da luz: para ter a certeza de que contratou a tarifa mais barata de acordo com a potência contratada que precisa deve comparar. Com o simulador de custos de luz e gásda Comparamais, vai poder simular e optar pelo mercado liberalizado, tendo em conta as tarifas anuais dos diversos fornecedores, ou optar pelo mercado regulado, tendo em conta os seus consumos de luz.

Simulador poupança:utilize o simulador e compare as diferentes tarifas de cada fornecedor.

Tarifários de energia

Como é que posso poupar na conta da luz e/ou do gás?

Podemos começar a poupar nas contas da eletricidade e/ou gás em casa. Para isso siga algumas das nossas dicas:

  • Lave a roupa no ciclo bi-horário. Como lhe explicámos mais acima, caso tenha uma tarifa bi-horária deve aproveitar as horas em que o preço do consumo é mais baixo (das 22h às 8h).
  • Evite o modo “stand by”. Desligue os dispositivos sempre que não estejam a ser utilizados.
  • Desligue o computador. Por vezes, temos o hábito de não desligar o computador durante a noite. Desligue-o sempre, pois está a desperdiçar energia.
  • Não tape os aquecedores. Não tape os aquecedores com roupa ou qualquer outro objeto e isso vai reduzir os custos de aquecimento na sua fatura.
  • Desligue as luzes desnecessárias. Este é a primeira medida a tomar para reduzir os gastos no final do mês. Por vezes saídos de divisões da nossa casa e não desligamos a luz. Não o faça. Desligue sempre as luzes que estão ligadas desnecessariamente.
  • Escolha lâmpadas LED. Este tipo de lâmpadas pode ajudá-lo a poupar até 8€ por lâmpada no final do ano.
  • Pinte as paredes em todos claros. Isto parece estranho, mas as cores claras vão refletir melhor a luz e, por isso, vão reduzir a necessidade de recorrer a iluminação artificial.
  • Abra o forno só quando for necessário.
  • Opte por cozinhar com panelas de pressão. Estas cozinham mais rápido e vai poupar tempo e energia.
  • Corte os alimentos em pedaços pequenos e tape sempre os tachos. Com os alimentos em pedaços mais pequenos vai ser possível cozê-los mais rápido.

Neste artigo descubra quais são os eletrodomésticos que consomem mais energia.

Escolha o seu fornecedor de energia

A Comparamais tem um conjunto de informações sobre os principais fornecedores de energia e as suas ofertas para que possa ajudar o cliente na escolha do novo fornecedor. Foram selecionadas seis fornecedoras para o ajudar. Veja as vantagens de cada uma.

GoldEnergy: desde 2008 que a GoldEnergy comercializa eletricidade e gás natural. É uma companhia portuguesa que o permite poupar de 10% ou 20% de desconto na potência elétrica contratada na tarifa simples e tem uma isenção total do termo fixo na fatura do gás natural. A GoldEnergy não tem planos de manutenção ou outras complicações. Com preços fixos e a fatura é em papel ou eletrónica, o pagamento é feito por débito direto ou por multibanco.

Iberdrola: sem fidelização, a Iberdrola é a principal produtora de energia eólica no mundo e tem uma forte aposta na energia sustentável. Os contratos com a Iberdrola são sem prazo e tem 10% de desconto no preço base do gás;

Endesa: é a principal fornecedora para clientes industriais e permite uma tarifa das mais económicas. Com preço fixos e o pagamento feito por débito direto, a Iberdrola não tem a contratação de serviços extra. Dependendo do seu tarifário pode pontar de 10€ a 27€ por ano. A contratação é feita online a fatura é eletrónica.

Galp: é a segunda empresa mais importante no mercado de eletricidade e a primeira no mercado de gás natural. A contratação é feita online, a fatura é eletrónica e o pagamento é por débito direto. Tem assistência em casa e permite descontos até 35% ou 40% no termo fixo da luz e do gás;

EDP Comercial: a EDP está há mais de 30 anos no setor em Portugal. Tem preços fixos, fatura eletrónica, débito direto e não é preciso a contratação de nenhum serviço adicional;

LUZiGÁS: tem como relação a qualidade do serviço a um preço baixo. A fatura é eletrónica, o pagamento é feito por débito direto e permite a tarifa mais baixa com preços fixos.

O processo é simples, por isso não precisa de esperar mais tempo caso queira mudar de operadora. Agora já sabe um pouco mais sobre alguns dos fornecedores e como tomar a decisão mais acertada, tendo em conta as suas necessidades.