Guia: Como escolher o fornecedor de luz e gás

Como escolher um fornecedor de eletricidade

Escolher um fornecedor de luz e gás é uma excelente oportunidade de poupar muitos euros ao fim do ano. Saiba agora como escolher o melhor preço de eletricidade e gás em 2020

Atualizado a 02.07.2020

Após o Orçamento de Estado de 2019 ter apresentado a maior descida em 20 anos nos preços da eletricidade (3,5% abrangendo os consumidores do mercado regulado), em 2020 a tendência continua a ser de redução dos custos da energia. Afinal, foram já confirmadas duas descidas nos preços do gás, em julho e setembro. Os fornecedores do mercado liberalizado também vão descer os preços, a que se juntam ainda descontos que podem atingir os 20% na fatura.

fatura da luz comparamais
© Burak K

Dessa forma, tem de pensar se está na hora de mudar de fornecedor, regressar ao mercado regulado ou manter-se como está?

Para fazer uma simulação exata do seu consumo, tem de ter em conta que existem três tipos de consumo – horário simples, bi-horário e tri-horário, bem como, a referência imposta pelo regulador relativamente à poupança média na revisão anual das tarifas de eletricidade. Já de seguida irá verificar quais os preços de luz e gás mais baratos em 2020.

Mas deixamos, antes disso, uma informação valiosa. Para a maioria dos clientes, nos planos simples e bi-horário, os preços ficam mais em conta com os comercializadores do mercado liberalizado. No entanto, para o tri-horário, o mercado regulado é melhor que a concorrência.

Tarifa de luz

Nas tarifas de luz não se verifica uma disparidade dos preços entre os fornecedores e o consumo. No entanto, empresas como a Goldenergy e a Endesa conseguem oferecer uma redução nos custos que supera os 40€ por ano. O plano Endesa Quero + Luz é mesmo a melhor opção para quer quer trocar o fornecedor de eletricidade em 2020, já que garante uma poupança de 43,45€ por ano.

Endesa - Plano Quero+ Luz

Débito Direto Fatura Eletrónica Descontos até 16% nas tarifas Endesa Quero+
Estimativa/ano € 456,08
Você poupa/ano € 70,61
Características Principais
  • Preços fixos durante 12 meses;
  • Descontos até 16% na tarifa Endesa;
  • Oferta de 30€ na adesão (60€ na opção por um serviço Dual de luz e gás);
  • Pagamento por débito direto opcional; A fatura pode ser em papel ou eletrónica;
  • Tarifa Endesa com 8% de desconto no total da fatura durante 1 ano;
  • Tarifa Endesa com 4% de desconto para sempre no total da fatura (3% na contratação de luz + 1% se decidir contratar também o gás, com as tarifas Endesa Dual);
  • Descontos adicionais, para sempre, na adesão ao débito direto (1%) e fatura digital (1%)
  • Desconto de 2% durante o primeiro ano, na contratação do serviço OK Eletrodomésticos ou OK Completo (manutenção dos equipamentos de casa a gás e eletricidade)
  • Disponíveis todos os meios de pagamento presenciais ou por via digital

Caso esteja no mercado regulado, terá sempre preços mais reduzidos na troca para um fornecedor do mercado livre de energia, já que o preço kWh praticado é sempre inferior. Ou seja, estará seguramente a pagar menos pela luz que gasta em casa. De seguida poderá ver uma comparação entre as tarifas anuais com diversos fornecedores:

  1. Endesa Quero + Luz: 456,08€
  2. Tarifas Gold Energy: 485,76€
  3. Plano EDP Comercial: 522,44€
  4. Galp: 539,43€

Este ranking mostra-lhe os fornecedores mais em conta. No caso da tarifa simples, os preços nas tarifas EDP Comercial permitem pagar um total de 522, 44 euros, incluindo-se assim no ranking das tarifas de energia mais em conta, sendo o terceiro fornecedor mais barato. No entanto, para o tarifário Goldenergy Monoelétrico a diferença ainda é relevante, superando os 40€, enquanto a nova campanha de descontos garante uma redução de custos até 70€ para os planos Endesa.

Tarifa dual (luz + gás)

  1. Endesa Quero + Luz e Gás: 611,15€
  2. Goldenergy Luz e Gás: 656,50€
  3. Plano Eletricidade e Gás EDP Comercial: 718,35€
  4. Galp Continente: 754,09€

No ranking da tarifa dual, contratando em conjunto a luz e gás, as diferenças entre fornecedores aumentam. Por exemplo, a Goldenergy consegue ser cerca de 100€ mais barata que a Galp. No entanto, é a Endesa que volta a apresentar o preço mais competitivo, com um custo anual estimado em 611€, já que tem descontos de 16% tanto no preço da energia (kWh) como na potência contratada e termo fixo do gás.

Aspectos a ter em conta para contratar a melhor companhia de energia e poupar na fatura da luz

  1. Atendimento ao cliente: uma das coisas que deve ter atenção na hora de escolher, por exemplo a EDP ou a Goldenergy, é a qualidade do serviço de atendimento. É importante, no caso de ter algum problema, que este seja resolvido facilmente. Por isso é importante escolher as empresas com menor taxa de reclamações. Por exemplo,para uma mudança de potência ou alteração da titularidade, tem garantia de que os os processos são resolvidos sem complicações e de forma rápida. 
  2. Tarifas da luz: quando quiser ter a certeza que contratou a tarifa mais barata de acordo com a potência contratada de que necessita, o melhor é comparar. Para isso apenas precisa de usar o simulador de custos de luz e gás da Comparamais. Ele permite fazer a comparação entre as tarifas anuais dos diversos fornecedores, tanto para luz como para gás ou serviços Dual.
  3. Serviços de manutenção adicionais: instalação elétrica e de gás ou manutenção do equipamento. Estes são serviços que apenas estão incluídos em alguns planos. No caso de não estar incluído, irá representar um custo extra ao final do mês e uma fidelização de 12 ou 24 meses. No entanto, pondere sempre se necessita desses serviços, ou se é apenas um gasto acessório de que nunca vai tirar partido.
Dúvidas entre um fogão a gás ou elétrico? Descubra qual a melhor escolha

Como achar o fornecedor mais barato?

A melhor forma de encontrar o fornecedor de eletricidade mais barato é fazer uma comparação entre os pacotes existentes. Para isso precisa de utilizar um comparador de preços de luz e gás de forma a reunir os fornecedores com os melhores preços, tendo em conta a tarifa que escolher.