Saiba como pedir dinheiro para ter uma casa pré-fabricada

Financiamento para casa pré-fabricada

Está interessado numa casa pré-fabricada, mas são sabe se consegue financiamento? Descubra agora como pode pedir crédito para esta finalidade e todos os requisitos para poder ter uma destas casas com preços mais acessíveis.

Ter uma casa pré-fabricada continua a ser uma opção que muita gente vê com preconceito. No entanto, estas são habitações com uma qualidade cada vez mais elevada. E, já que os preços no mercado imobiliário estão cada vez mais altos, pode ser uma excelente solução.

Mas, para isso é necessário garantir financiamento. Algo que acontece também quando se trata da compra de uma casa tradicional. Para que saiba como escolher uma casa pré-fabricada, bem como as opções de financiamento de que dispões, agora a Comparamais dá-lhe uma ajuda…

Que casas pré-fabricadas existem?

Basta uma pequena pesquisa na internet para perceber imediatamente que existem opções para todos os gostos. Pode, em primeiro lugar, decidir se quer uma casa fixa ou sobre rodas, que pode transportar.

Além disso, o tamanho pode variar entre alguns m2 e residências com mais de 200m2, podendo ir desde os pequenos T0 até habitações T4 ou T5. E pode também escolher entre diversos materiais como, por exemplo, madeira laminada, madeira maciça ou aço.

Por fim, pode decidir uma casa modular, com espaços já predefinidos, ou um projeto construído de base com a organização que deseje. Como pode ver, há mesmo opções para todos os gostos… e para todos os bolsos.

Quais as vantagens de uma casa pré-fabricada

Há diversos benefícios na aquisição de uma casa pré-fabricada. Aqui ficam alguns dos principais…

  • Preços mais baixos – Os custos de fabrico de casas modulares e de madeira é inferior ao das casas tradicionais equiparadas;
  • Localização à escolha – A possibilidade de colocar a casa em qualquer terreno que possua e com a direção que deseje (imagine, por exemplo, que quer ver o por do sol do alpendre…) é uma vantagem. Tenha em conta, no entanto, que vai precisar licenças de construção.
  • Mais ecológicas – são casas fabricadas em materiais sustentáveis e, por isso, com menor impacto ambiental;
  • Rápidas de construir – Existem empresas que conseguem entregar estas casas em 90 dias, já que o processo de construção é mais complexo;
  • Eficientes – Especialmente na comparação com as casas usadas, o recurso a materiais de isolamento de topo e materiais modernos garante maior eficiência energética. Pode mesmo alcançar a certificação A++;
  • Flexibilidade – Caso opte por uma casa modular, pode no futuro adaptar e mesmo aumentar as dimensões;
  • Alta qualidade – Pode contar com materiais e acabamentos de alta qualidade no fabrico da casa;
  • “Chave na mão” – Há firmas que lhe levam a cabo todo o processo, desde a emissão de licenças e construção até aos acabamentos da casa;
  • Financiamento idêntico ao crédito habitação – Pode obter financiamento em moldes similares aos do crédito habitação, com hipoteca da casa e financiamento da casa pré-fabricada até 80% ou 90%, consoante seja primeira ou segunda habitação. Além disso, se quiser financiamento a 100% pode também optar por um crédito pessoal.

As Desvantagens

Há que ter, no entanto, em conta que há alguns pontos contra esta escolha. Esta casa exige um investimento inicial mais elevado (ao contrário do pagamento “por fases” em outras obras) e, além disso, há maior dificuldade de obter financiamento para casas pré-fabricadas.

O facto de não ter total liberdade na concepção do projeto é outra diferença para a construção de uma casa de raiz. Por fim, não se esqueça que ao comprar uma casa em madeira fica obrigado a maior manutenção, para garantir que o mau tempo não acelera o desgaste dos materiais.

Que fabricantes de casas pré-fabricadas existem em Portugal?

Há diversas empresas neste ramo de atividade, com propostas diversas na tipologia da casa e nos seus preços. Aqui ficam alguns dos principais fabricantes de casas pré-fabricadas em Portugal:

Se quiser uma casa pré-fabricada tenha em atenção os custos do transporte, já que pode ser elevados. Por isso, tente escolher um fabricante que fique próximo do local onde quer ter a sua nova casa.

Como escolher uma destas casas?

Como se percebe, há variadas opções no que se refere à escolha de uma casa pré-fabricada. Por isso, aqui ficam alguns conselhos que deve ter em conta:

  1. Procure opções
    Veja diversos projetos e maquetes para ver qual será a dimensão e organização da casa que pretende.
  2. Escolha um fabricante
    Depois de ter uma ideia formada sobre a casa que deseja, veja que empresas têm opções disponíveis para o pretendido. Tenha em conta os materiais utilizados e os preços quando tomar a decisão;
  3. Projeto
    Faça, com a empresa contratada, o projeto para os exteriores e interiores da habitação. Leve em conta os conselhos, mas verifique qual o impacto das alterações propostas no custo em relação ao projeto inicial;
  4. Trate das questões legais
    Deve obter a aprovação do projeto e as licenças de construção e de habitação para a casa. No entanto, há empresas que incluem estas obrigações legais no orçamento;
  5. Casa construída e manutenção
    Depois de ter todas as autorizações pode avançar a construção da habitação que, habitualmente, é muito mais rápido que nas casas tradicionais. Mas recorde-se que, se tiver uma casa em madeira, terá de fazer manutenção para evitar o desgaste excessivo dos materiais pelo clima.

Posso ter crédito para uma casa pré-fabricada?

Embora não seja publicitado pelos bancos, excepto pela Caixa Geral de Depósitos, é possível obter financiamento para uma casa pré-fabricada. Nesta entidade existem algumas condições para a atribuição do crédito:

  • Terá de fazer hipoteca da casa no crédito;
  • O prazo máximo será de 25 anos, podendo ter um máximo de 80 anos de idade no final do crédito;
  • Pode optar por crédito com taxa fixa, variável (Euribor a 12 meses acrescido de Spread) ou taxa mista (taxa fixa na parte inicial e depois variável);
  • Redução do spread na contratação de outros produtos bancários CGD (por exemplo, cartões de crédito ou a domiciliação de ordenado).

Tem ainda outras opções. Por exemplo, o Santander aparece como parceiro da Discover Casa, permitindo o acesso ao seu crédito habitação para conceder o financiamento da casa pré-fabricada. Também em outros bancos poderá procurar opções, muitas delas através do crédito habitação e com as mesmas condições (entre as quais o financiamento a 80-90%).

Por fim, se o projeto não tiver valores muito elevados e não quiser passar pelas várias fases de aprovação do crédito habitação, pode também requerer um crédito pessoal. Uma vez que este crédito pode ser obtido para qualquer finalidade, ele apresenta-se também como opção para a compra de uma casa pré-fabricada. Entre as empresas disponíveis estão, por exemplo, a Cofidis e a Younited Credit.

Crédito Pessoal Cofidis

€ 252,97 Prestação
10,116% TAEG
7,90% TAN
Montante €5.500,00
Período 24 meses
Prestação €252,97
TAN 7,90%
TAEG 10,12%
MTIC €6.071,34
  • Sem comissão de abertura;
  • Prazos, taxas e mensalidades fixas;
  • Isento de comissão de amortização antecipada;
  • Seguro de proteção ao crédito (facultativo);
  • Montantes entre 5.000€ a 50.000€ e prazos de 24 a 84 meses.