Casas em leilão: quer comprar uma? Veja tudo o que precisa de saber

Se está a pensar comprar casa por um preço mais baixo do que pode encontrar no mercado, as casas em leilão podem ser uma boa opção para si. 

De acordo com a Deco Proteste, as casas em leilão podem custar menos 40% do que uma casa nova e ainda consegue ter outras vantagens quando pedir um crédito para habitação. 

Um leilão de imóveis acontece quando o antigo proprietário deixa de pagar à entidade credora, ficando assim em incumprimento com a mesma. Como forma de pagamento, o proprietário tem de devolver o imóvel à entidade que lhe concedeu o crédito. De forma a conseguir vender o imóvel rapidamente, normalmente o preço de licitação é bastante inferior ao valor médio que é praticado pelo mercado. Se está à procura de um bom desconto, comprar um imóvel em leilão pode ser uma boa opção. 

Onde posso adquirir uma casa em leilão?

Leilões finanças

  • No site “Vendas Eletrónicas”, das Finanças, pode-se comprar de tudo um pouco, desde um automóvel, a uma obra de arte, passando pelos imóveis. Se quer comprar uma casa que esteja a ser leiloada pelas Finanças, aceda a “vendas em curso”. Existem três modalidades para realizar a compra: através de leilão eletrónico, proposta em carta fechada e negociação particular. A venda é feita preferencialmente por meio de leilão eletrónico ou, na sua impossibilidade, através de propostas fechadas, de acordo com o artigo 248º artigo do Código de Procedimento e de Processo Tributário. 

Leilões bancos

  • Os bancos, que não têm interesse em ficar com as casas penhoradas, querem escoar esses imóveis o quanto antes. Periodicamente estas instituições fazem leilões dos seus imóveis, recorrendo a leiloeiras especializadas, como a UON, Eurostates ou a Leilosoc. Para o comprador pode representar um bom investimento, por estarem a preços mais competitivos e também pelas facilidades na concessão de crédito. 

    

Leilões Câmaras Municipais

  • Algumas câmaras municipais colocam alguns imóveis municipais em hasta pública. Por exemplo, neste momento a Câmara Municipal de Lisboa tem uma série de imóveis em hasta pública, que pode consultar no ‘site’ Cidade das Oportunidades criado para divulgar oportunidades no imobiliário na capital. Também as câmaras municipais do Porto e Sintra, assim como outras, já realizaram este ano hastas públicas de imóveis. Se gostaria de aproveitar uma oportunidade destas, terá de estar atento a informação nos sites dos municípios. 

Leilões Câmara dos Solicitadores

  • No website da Câmara dos Solicitadores pode consultar os anúncios de leilão de imóveis em “Vendas de bens penhorados”. Não se trata de um leilão eletrónico, mas sim de um anúncio de bens que estão em venda, em regra, através de proposta em carta fechada. Estes imóveis (e outros bens) também se encontram divulgados no portal Citius.  A Câmara dos Solicitadores tem uma nova plataforma em funcionamento: o e-leilões.pt, onde se realizam leilões eletrónicos.

Leilões Segurança Social

  • A Segurança Social também tem imóveis disponíveis para venda. Embora não seja o leilão “tradicional”, a segurança social vende um conjunto de imóveis através de concurso público. São definidos valores base de venda, e podem ser apresentadas propostas, de valor igual ou superior, até à data limite. No dia definido para a abertura de propostas, o júri do concurso valida a conformidade das propostas e cada imóvel será adjudicado ao que tiver apresentado a proposta válida de maior valor. Os concursos realizam-se duas a três vezes por ano, sendo devidamente publicitados.

Quais os melhores sites para consultar os leilões?

Existem alguns sites que lhe facilitam o trabalho e mostram-lhe quais são os imóveis que estão em leilão. Se não quer perder tempo a procurar, deixamos-lhe alguns exemplos de sites que lhe podem ser úteis:

Como é que funcionam os leilões?

casas leilão comparamais
© Sarah Jane

Antes de escolher determinado leilão em que deseja participar, deve ter em conta a localização do imóvel, a tipologia, os acessos que tem relativamente ao imóvel, entre outros factores. Depois deste processo de escolher a zona e o tipo de imóvel, comece a procurar as diferentes leiloeiras. Deve registar-se na plataforma de onde escolheu a casa, licitar o valor que considera justo pelo imóvel e depois se ganhar o leilão, faz o pagamento da habitação conforme o valor com que licitou.

Se ganhar o leilão, tem de pagar obrigatoriamente 10% do valor que ofereceu pelo imóvel, é uma espécie de “sinal de entrada”. O restante valor de aquisição do imóvel terá de pagar até à data em que fará a escritura. 

O que deve fazer para pedir financiamento para casas em leilão

Antes de se comprometer com um leilão, é importante verificar se conseguirá pagar o empréstimo para esse imóvel, mesmo que o valor seja reduzido. Antes de contratar o crédito, veja qual será a sua taxa de esforço, e certifique-se de que não será muito elevada. Esta é a fórmula para calcular a sua taxa de esforço

Taxa de esforço = (Encargos financeiros / Rendimento Líquido Total do Agregado) x 100

Caso não disponha de um montante suficientemente grande, os tais 10% que referimos anteriormente, para dar como entrada inicial, poderá optar por um crédito pessoal para que consiga pagar após a licitação. Se infelizmente, não conseguir pagar o valor que falta até à data em que tem de assinar a escritura, irá perder os 10% que deu de entrada inicial.

Os cuidados que deve ter num leilão

Antes de tomar qualquer decisão e decidir comprar o imóvel, deve antes ir visitar a casa e certificar-se por si próprio, o estado em que se encontra a o imóvel. Por vezes, pelas fotografias não consegue ter a real noção se necessita ou não de remodelação. 

Quando estiver num leilão, leia atentamente todas as informações sobre o imóvel, porque podem ocorrer várias situações, das quais não está à espera. Como por exemplo, estar apenas uma parcela do terreno para leiloar, por norma a que foi penhorada, e não o terreno completo como pode pensar. 

Assegura-se também no seu contrato do imóvel, se não existe qualquer possibilidade de a penhora ser reclamada pelo anterior dono. Certifique-se que todos os registos se encontram atualizados para evitar problemas futuros. 

Antes de comprar o imóvel que está a ser leiloado veja se o preço a que está a ser vendido é justo. Se verificar que o valor do leilão é relativamente inferior ou igual ao do mercado, pode não compensar-lhe adquirir esse imóvel e voltar a procurar outros que estejam com o preço melhor. 

Por último, deve considerar o total que o imóvel lhe vai custar. Para além do valor da compra do imóvel, deve juntar a este valor o pagamento de impostos – o Imposto Municipal sobreTransmissão Onerosa de Imóveis e o Imposto do Selo – são alguns exemplos de impostos que terá de se preocupar. 

SAIBA MAIS: Certificado Energético: saiba o que é e como é que deve obter o seu