Intermediários de Crédito - As vantagens da intermediação do crédito

Válter Correia

Os portugueses recorrem cada vez mais aos intermediários de crédito. E há uma razão para isso, já que os serviços de intermediação de crédito ajudam a conseguir empréstimos mais baratos. Os intermediários de crédito, como a Comparamais, são empresas que trabalham com vários bancos para você conseguir o dinheiro que precisa para todos os seus projetos com as melhores condições. Mas há muitas coisas que deve saber sobre a intermediação de empréstimos. Saiba como eles trabalham, quem está autorizado a fazer este serviço e as vantagens da intermediação de crédito.

O que é a intermediação de crédito?

A intermediação de crédito é mediar a relação entre os clientes e os bancos. Ou seja, eles apresentam as propostas aos bancos para os clientes escolherem a mais barata. Além disso, eles ajudam os clientes em todo o processo, para eles conseguirem um empréstimo mais rápido.

Os intermediários de crédito podem trabalhar online ou em espaços físicos. E podem ajudar em vários tipos de empréstimos. Por exemplo, pode fazer intermediação dos seguintes empréstimos:

  • Crédito Habitação
  • Crédito pessoal
  • Crédito automóvel
  • Crédito Consolidado

O que faz um intermediário de crédito?

Um intermediário de crédito trata de todo o processo, tanto para o banco como para o cliente. Em primeiro lugar, quando você procura um intermediário ele vai apresentar-lhe as propostas de vários bancos. Ou seja, ele sabe as condições e as taxas de juro que cada banco tem e diz-lhe, para o empréstimo que precisa, quanto fica a pagar.

Depois, quando você escolhe o empréstimo, ele assume o papel do banco. Ele vai recolher os seus documentos, enviar-lhe o contrato e garantir que você consegue o empréstimo mais rápido, barato e fácil. 

Os intermediários fazem empréstimos?

Não, os intermediários representam os bancos mas não fazem empréstimos diretamente. A função do intermediário de crédito, como indica o Banco de Portugal, é a seguinte: "os intermediários representam os bancos e fazem os créditos em seu nome"

Se alguém lhe disser que faz os empréstimos diretamente trata-se de uma burla, porque não são autorizadas a conceder empréstimos entidades que não sejam reconhecidas pelo Banco de Portugal para esse efeito.

Que empréstimos posso fazer com os intermediários de crédito?

Pode fazer empréstimos imobiliários (para comprar casa) ou créditos ao consumo. Por exemplo, pode recorrer à intermediação de empréstimos para fazer:

  • Crédito Pessoal
  • Empréstimos para compra de Automóveis
  • Crédito Habitação
  • Financiamento para Eletrodomésticos
  • Empréstimo para diversas finalidades de crédito pessoal (Obras, Energias Renováveis, Saúde ou Estudos)
  • Crédito Consolidado

Os intermediários são todos iguais e fazem todos o mesmo serviço?

Não, os intermediários de crédito não são todos iguais e fazem serviços diferentes. Existem três categorias de intermediários de crédito:

  • Vinculados- Trabalham em nome do banco e pode fazer os contratos em seu nome;
  • Intermediários a título acessório - São as empresas ou lojas onde pode fazer diretamente créditos para bens e serviços que compra. Por exemplo, créditos para férias, para a compra de carros ou para eletrodomésticos;
  • Não-Vinculados - Não trabalham em nome dos bancos e podem usar expressões como “intermediário independente” ou “consultor independente”.

Os dois primeiros grupos de intermediários de crédito trabalham em nome dos bancos e fazem consultoria e contratação de crédito para as entidades que representam. Os terceiros não estão vinculados a nenhum banco, mas isso significa também que o processo de aprovação é mais lento e complicado.

É seguro usar intermediários de crédito?

Sim é seguro usar intermediários de crédito que estão inscritos e autorizados a fazer o serviço. Para isso consulte sempre a lista de intermediários de crédito do Banco de Portugal para confirmar que as empresas a que recorre são seguras.

Se receber propostas de empréstimos particulares, essas ofertas não são seguras e não foram feitas por intermediários de crédito legítimos. Pelo contrário, são situações ilegais e que normalmente significam que está a ser alvo de uma burla financeira.

Como são pagos os intermediários financeiros?

Os intermediários de crédito são pagos através de uma comissão que recebem dos bancos pelos empréstimos que realizam. Para os clientes não há qualquer custo de intermediação de crédito. Com intermediação de crédito ou diretamente no banco, você tem as mesmas taxas de juro do crédito pessoal e comissões.

Quais as vantagens de usar intermediários de crédito?

As vantagens de usar intermediários de crédito são:

  • Recebe propostas de vários bancos para escolher
  • Conseguir um crédito mais rápido e barato
  • Não pagar comissões nem custos adicionais
  • Ter apoio especializado para tratar de tudo por si
  • Segurança do cumprimento integral dos direitos do consumidor no crédito pessoal
  • Tratar do crédito online, de forma mais simples e veloz

Que cuidados devo ter com a intermediários financeira?

O primeiro cuidado a ter com a intermediários financeira é confirmar sempre que a empresa está autorizada pelo Banco de Portugal para prestar estes serviços. Depois, outros cuidados com intermediários de crédito são:

  • Não fornecer dados ou documentos do crédito pessoal através de redes sociais;
  • Avaliar todas as propostas, analisar os juros e prestação mensal e confirmar que tem capacidade para pagar o empréstimo;
  • Esclarecer todas as dúvidas antes de assinar o contrato de crédito;
  • Nunca pagar comissões adiantadas para receber o empréstimo (os custos, como o Imposto de Selo) só são pagos com a aprovação do crédito pessoal;

Tenha também o cuidado de escolher um intermediário de crédito que trabalha com vários bancos. Assim tem a garantia de que consegue o crédito mais barato. A Comparamais, por exemplo, trabalha com vários bancos para diferentes créditos, como a Cofidis, a Cetelem, o Banco CTT, a Caixa Geral de Depósitos ou o Novo Banco.

Pedir Agora Crédito Pessoal

Simular