Saiba como funcionam os créditos para saúde, cirurgias estéticas e despesas médicas

Válter Correia

O crédito Saúde é um crédito pessoal com finalidades específicas que permite cobrir todo o tipo de despesas médicas, como cirurgias, exames, tratamentos, internamentos, dentistas e próteses. Ele também pode ser usado para cirurgias estéticas e plásticas e o pedido pode ser feito para o titular do crédito ou familiares próximos. Um crédito para despesas médicas traz várias vantagens, como rapidez de aprovação e taxas de juro mais baixas, mas tem também desvantagens como a obrigação de entregar comprovativos de despesas e, em alguns bancos, dar garantias para o empréstimo saúde.

O pedido de crédito saúde pode ser feito online com prazos entre 12 e 120 meses e TAN desde 3,00%, e existem limites máximos colocados pelo Banco de Portugal para os juros que os bancos podem cobrar neste financiamento. A maioria dos bancos tem crédito para saúde com taxas fixas, o que significa que o valor da prestação também é sempre o mesmo durante todo o prazo de pagamento.

Para aprovar um crédito pessoal para saúde são precisos documentos pessoais, de rendimentos e bancários, e também os comprovativos de despesas a efetuar. Quando fornece os documentos do crédito saúde o banco faz a análise do pedido e dá aprovação ao crédito, ficando o dinheiro disponível num prazo até 48 horas. Fazer um crédito saúde é muito rápido e simples e bastam cinco passos para conseguir o dinheiro que precisa para todas as despesas de saúde e urgências médicas que surgirem.

O que é um crédito para Saúde?

Um crédito para saúde é um crédito de finalidade específica que pode usar para pagar todo o tipo de despesas de saúde e emergências médicas. Este é um crédito versátil que pode usar para qualquer problema médica e também outras intervenções, como a cirurgia estética ou tratamentos dentários.

Para que despesas de saúde posso pedir crédito?

Pode pedir crédito para as seguintes despesas de saúde:

  • Cirurgias e operações de qualquer especialidade médica
  • Consultas médicas em clínicas públicas e privadas de Portugal e no estrangeiro
  • Internamento em unidades de saúde ou recuperação em Portugal e no estrangeiro
  • Exames e outras técnicas de diganóstico
  • Tratamentos médicos
  • Dentista, próteses e melhorias da saúde oral
  • Fisioterapia
  • Equipamentos médicos e de recuperação para o período pós-operatório
  • Implantes capilares
  • Aparelhos auditivos e Próteses auditivas
  • Operações de estética e outras melhorias a nível estético

Posso ter crédito para cirurgias plásticas?

Sim, pode ter crédito para cirurgias plásticas e qualquer outra operação de melhoria a nível estético. Por exemplo, com o crédito para saúde pode fazer implantes mamários, mamoplastias, mastopexias, rinoplastias, lipoaspirações, depilações a laser, cirurgias reconstrutivas, liftings ou qualquer outra intervenção para melhoria da aparência estética.

Pode usar o montante do crédito para cirurgias plásticas em tratamentos efetuados em clínicas e hospitais em Portugal e no estrangeiro, incluíndo o período de internamento, convalescença e recuperação.

Quando posso ter um crédito para saúde?

Pode pedir um crédito para saúde sempre que desejar, desde que forneça todos os documentos exigidos para a análise do pedido e cumpra os critérios de aprovação definidos pelo banco.

Para quem posso pedir um crédito de despesas médicas?

Pode pedir um crédito de despesas médicas para intervenções pessoais, de cônjuges (esposo ou esposa) e de descendentes.

Quais as vantagens do crédito para saúde?

As vantagens do crédito para saúde são as seguintes:

  • Aprovação rápida para despesas médicas urgentes
  • Pagamento de despesas médicas em Portugal e no estrangeiro
  • Taxas de juro mais reduzidas
  • Prazos alargados e montantes mais elevados
  • Disponível para todo o tipo de intervenções
  • Pode ser utilizado também para a período de recuperação das intervenções cirúrgicas
  • Isenção de seguros e comissões em bancos como o Novo Banco e ActivoBank
  • Pagamento do valor adicional às coberturas dos seguros de saúde
  • Aprovação rápida dos pedidos

Quais as desvantagens do crédito para saúde?

As desvantagens do crédito para saúde são as seguintes:

  • Exigência de documentos comprovativos das despesas
  • Exigência de garantias para aprovar o pedido na maioria dos bancos
  • Processo mais burocrático que um crédito pessoal simples
  • Aumento da sua taxa de esforço

Como posso pedir um crédito para saúde?

Para pedir um crédito para saúde comece por obter os orçamentos das despesas médicas que vai efetuar, para saber o montante do pedido. Depois aceda ao simulador de crédito pessoal onde tem de indicar o valor que precisa e o prazo de pagamento que deseja. Com estes dados fica a saber na hora os juros, prestação e comissões cobradas em todos os bancos.

Depois da simulação de crédito pessoal saúde compare todos os bancos, escolha o crédito saúde mais barato e faça o pedido de empréstimo para despesas médicas. A resposta é imediata e depois deve reunir todos os documentos para o banco analisar o crédito para despesas. Com os seus dados e documentação o pedido é analisado e é feita a aprovação do crédito saúde.

Com a aprovação do crédito para despesas médicas o banco envia o contrato para assinar. Por fim, o dinheiro para despesas médicas é transferido para a sua conta bancária fica disponível na sua conta num prazo máximo de 48 horas.

Quanto posso pedir num crédito para saúde?

Pode pedir entre 1.000€ e 75.000€ num crédito para saúde. Este valor pode ser usado para pagar as intervenções cirurgicas, período de internamento, os tratamentos e todas as despesas e equipamentos necessários durante o período de recuperação.

Quais os prazos dos créditos para despesas médicas?

Os prazos mínimos dos créditos para despesas médicas são de 12 a 24 meses. Os prazos máximos dos créditos para despesas médicas são diferentes nos vários bancos, com limites entre os 72 meses e os 120 meses.

O crédito para saúde tem prazos mais alargados?

Sim, o crédito para saúde tem prazos mais alargados em vários bancos. Este é um crédito com finalidade específica que pode ter prazos de pagamento até 10 anos. Esta é uma vantagem que apenas está disponível no crédito para saúde, no crédito para estudantes e no crédito para energias renováveis.

Posso ter carência de capital no crédito para saúde?

Não pode ter carência de capital no crédito para saúde. O prazo de pagamento do empréstimo começa logo no mês seguinte à aprovação do crédito para despesas médicas.

Quanto tempo demora para ter um crédito saúde?

Ter um crédito saúde demora entre 24 horas e uma semana. Este prazo começa a ser contabilizado a partir do momento em que fornece todos os documentos exigidos pelo banco e serve para analisar o pedido e avaliar a sua capacidade para pagar o crédito saúde.

Quais as taxas de juro dos créditos para saúde?

As taxas de juro dos créditos para saúde são taxas fixas, com TAN e TAEG sempre idênticas e prestações constantes durante todo o prazo de pagamento na maioria dos bancos. Apenas o Crédito Agrícola, a Caixa Geral de Depósitos e o ABanca têm taxas variáveis e mistas indexadas à Euribor nos créditos para despesas médicas.

O crédito para despesas médicas tem juros mais baixos?

Sim, o crédito para despesas médicas tem juros mais baixos e o Banco de Portugal não permite cobrar juros elevados nos empréstimos para saúde. Este é um crédito de finalidade específica com TAEG máxima de 8,5% definida pelo Banco de Portugal, enquanto a TAEG máxima nos créditos pessoais sem finalidade específica é de 15,6%.

Que banco tem os juros mais baixos no crédito para despesas médicas?

O banco com os juros mais baixos no crédito para despesas médicas é a Caixa Geral de Depósitos, com TAN desde 3,00% nos créditos para saúde.

O crédito para saúde tem comissões?

Sim, o crédito para saúde tem comissões na maioria dos bancos. A Cetelem é o único banco que não cobra comissões e existe a oferta das comissões dos créditos para saúde no Novo Banco e no ActivoBank.

É preciso dar garantias no crédito para saúde?

Sim, no crédito para saúde da maioria dos bancos é preciso dar garantias, que podem ser uma fiança, um aval ou um penhor. No crédito saúde Cetelem e no crédito Saúde Banco CTT não é exigida qualquer garantia.

Qual o banco com o crédito saúde mais barato?

O crédito saúde mais barato é aquele que tiver a TAEG mais reduzida para o montante e prazo de pagamento definidos. O banco mais barato para pagar despesas médicas é nos vários pedidos e por isso é importante fazer a simulação de crédito saúde antes de escolher o melhor banco.

Sou obrigado a fazer seguro no crédito para despesas médicas?

Não é obrigado a fazer seguro no crédito para despesas médicas. Este seguro é opcional e pode ser contratado quando faz o seu pedido de empréstimo para saúde. De momento o Novo Banco tem oferta do seguro do crédito pessoal nos pedidos de créditos para saúde.

Que documentos são precisos no crédito para despesas médicas?

Os documentos precisos no crédito para despesas médicas são os seguintes:

  • Documento de identificação do titular do crédito (Cartão de Cidadão ou BI + NIF ou Passaporte + NIF)
  • 3 últimos recibos de vencimento e última nota de liquidação do IRS
  • Declaração de vínculo laboral fornecida pela entidade patronal
  • Comprovativo de morada (quando não tem conta no banco)
  • Comprovativo de IBAN (quando não tem conta no banco)
  • Mapa de Responsabilidades de Crédito do Banco de Portugal
  • Fatura pró-forma ou orçamento das despesas médicas a efetuar

É preciso dar ao banco os comprovativos de despesas médicas para ter crédito?

Sim, para ter crédito é preciso dar ao banco os comprovativos de despesas médicas que vai efetuar. Isto significa que tem de enviar orçamentos ou faturas pro-forma com todos os gastos que vai ter no crédito para despesas médicas.

Como posso enviar os documentos do crédito para despesas médicas?

Pode enviar os documentos do crédito para despesas médicas online (por email, na app ou no homebanking) e também pode entregar presencialmente as cópias dos documentos numa agência ou balcão do banco.

Como aprovar um crédito para Saúde?

Para aprovar um crédito para saúde é preciso ter entre 18 e 75 anos (72 anos no crédito saúde Santander), ter residência permanente em Portugal, possuir rendimentos estáveis (trabalhador efetivo ou bom fluxo de recibos verdes) e superar a análise do banco.

Na análise para aprovação do credito Saúde o banco verifica se a sua taxa de esforço está abaixo dos limites exigidos e também se não está na Lista Negra de Crédito do Banco de Portugal.

Como escolher um crédito para despesas médicas?

Para escolher um crédito para despesas médicas compare a taxa de juro (TAEG), o MTIC e o valor da prestação mensal. Se quer um crédito para despesas médicas urgentes escolha também um banco com processo digital e aprovação rápida, como a Cetelem.

O que fazer quando o crédito para saúde é recusado?

Quando o crédito para saúde é recusado por taxa de esforço demasiado elevado pode adicionar um segundo titular ao crédito ou adaptar o pedido (baixar o valor ou alargar o prazo de pagamento). Se foi recusado por não ter contrato efetivo, estar desempregado ou ter incidentes no Mapa de Créditos desista do pedido porque ele vai ser recusado em todos os bancos.

Passos do crédito pessoal para Saúde

Os passos do crédito para saúde são os seguintes:

  1. Pedir orçamentos e faturas para calcular o valor do pedido
  2. Fazer a simulação de crédito saúde e escolher o melhor banco nas diferentes finalidades de crédito pessoal
  3. Fazer o pedido de crédito e enviar os documentos do crédito pessoal exigidos pelo banco
  4. Esperar pela análise do pedido e obter a aprovação do crédito pessoal para Saúde
  5. Assinar o contrato e receber a transferência do dinheiro na sua conta, onde fica disponível num máximo de 48 horas

Pedir Agora Crédito Pessoal

Simular