Crédito pessoal: vantagens e desvantagens

Quando contratar um crédito pessoal tenha sempre em atenção os dois lados da balança: tanto as vantagens como as desvantagens.

O crédito pessoal é na maioria das vezes a solução oferecida pelos bancos para financiar algum projecto que tenha, remodelar a sua casa, comprar um carro usado, férias, viagens, financiar os estudos ou saúde.

Por norma o crédito pessoal é um crédito de fácil obtenção, com aprovação de 24h a 48h, devido à rapidez do processo.

Empréstimos pessoais e crédito são a mesma coisa e podem trazer-lhe vantagens e desvantagens. Neste artigo mostramos-lhe quais.

Empréstimos pessoais vantagens e desvantagens

Empréstimos pessoais benefícios

Acesso rápido e fácil aprovação

Esta é uma das principais vantagens do crédito pessoal. A maioria dos bancos permitem que faça a sua simulação online, bem como, o seu pedido de crédito online. Veja alguns créditos que pode pedir online.

Flexibilidade: pode usar para qualquer finalidade

Pode ser utilizado nas mais variadas situações. Como por exemplo: viajar, férias, educação, projetos, remodelar uma casa, comprar um carro usado, entre outros.

Menos documentação, menos burocracias

Como o processo é feito praticamente todo online, não necessita de tanta documentação como se o fosse fazer pessoalmente num balcão. Ou seja é o crédito pessoal online é menos burocrático.

Ajuda a resolver problemas com rapidez

Como é um crédito que é aprovado entre 24H a 48H, o dinheiro do crédito fica disponível na sua conta rapidamente. Podendo ajudá-lo a desbloquear certas situações de emergência que tenha.

Prazos de pagamento flexíveis

Grande abrangência nos prazos de pagamento, o que permite que os devedores escolham um prazo de pagamento e uma prestação mensal que melhor se adapte às suas possibilidades, que pode ir até 72 meses.

Desvantagens do crédito pessoal

Empréstimos pessoais e taxas

Por norma as taxas de juro dos créditos pessoais são mais altas em comparação com um crédito habitação ou um crédito automóvel.

Problemas com a taxa de esforço

A facilidade de acesso ao crédito pessoal origina em alguns casos pedidos de empréstimos superiores aos realmente necessários. Se adicionarmos a este ponto o devedor não efetuar o seu cálculo da taxa de esforço, pode entrar em incumprimento para com a entidade financeira. Este mesmo incumprimento leva a penalizações elevadas, que pode evitar.

Elevados custos de contrato

Taxas ocultas

Muitas vezes os créditos pessoais contêm taxas escondidas associadas que acabam por surpreender os consumidores. Estude atentamente o contrato e a Ficha de Informação Normalizada (FIN) do crédito em questão para evitar esse tipo de situação.

Leia neste artigo como fazer o seu pedido online de crédito pessoal.

Empréstimos pessoais ou cartões de crédito

O cartão de crédito funciona como um crédito ou empréstimo, já que o dinheiro que está a usar não sai da sua conta no preciso momento. É pago em prestações, como um crédito, ou pode optar pelo pagamento a 100%.

Contudo um cartão de crédito não é um empréstimo, embora se pareçam, ambos gozam de taxas, como a TAEG e TAN diferentes, assim como, os prazos, montantes, seguros e características principais.

Um empréstimo deve ser usado para comprar uma casa, um carro, remodelar a casa e educação. Um cartão de crédito deve ser usado para compras mais habituais do dia a dia e compras online.

Como usar as taxas para obter o melhor crédito pessoal

Empréstimos pessoais requerem sempre que tenham em atenção os juros que lhe vão ser cobrados sobre o montante de crédito que está a pedir. O crédito pessoal é composto por várias taxas:

1. TAN (Taxa Anual Nominal)

A TAN é obrigatória em todos os contratos de crédito e corresponde ao período de um ano. Se o pagamento de juros for mensal, é necessário dividir a TAN por 12 para saber o juro. Contrariamente, se for trimestral ou semestral, deve dividir-se a TAN por três ou seis meses.

Se contratar um crédito que tenha uma taxa variável, a TAN é igual ao indexante (normalmente, a Euribor) acrescido do spread (margem financeira do banco). Se optar por uma taxa fixa, a TAN é fixada diretamente pelo banco.

2. TAEG (Taxa Anual Efetiva Global)

A TAEG mostra qual é o custo total de um crédito, incluindo impostos. Ou seja, é a principal taxa a usar se quiser comparar os diferentes créditos.

Opte por escolher o crédito com a TAEG mais baixa, pois é esse que lhe sairá mais barato. Comparar créditos pela TAN pode levá-lo a selecionar um crédito mais caro, já que não contempla custos com comissões ou seguros. Dessa forma escolha um crédito pessoal barato comparando diferentes TAEG’s. 

Utilize o nosso comparador e simule o montante e o prazo que pretende. Tenha atenção as taxas que lhe podem interessar e veja qual será o montante total do crédito considerando os impostos.

Comentários sobre empréstimos pessoais

Muitas pessoas têm ideias pré-concebidas sobre se os empréstimos pessoais são bons ou se empréstimos pessoais são maus.

Os empréstimos pessoais são uma boa ideia sempre e quando faça um cálculo da sua taxa de esforço e verifique se tem condições para o pagar.

Normalmente os comentários negativos estão sempre associados a testemunhos de pessoas que tenham entrado em incumprimento.

Se quiser saber mais sobre como fazer o seu pedido de crédito online, clique aqui.