Quer poupar mensalmente mais dinheiro? Damos-lhe algumas dicas

O ano já começou e esta é a melhor altura para começar a planear os gastos que tem previstos para os próximos meses, e assim conseguir colocar algum dinheiro de parte. Será que este ano consegue fazer aquela viagem com que sempre sonhou? Adquirir aquele produto que sempre quis ou até saldar alguma dívida? Saiba como deve poupar e comece agora.

Poupar dinheiro nem sempre é facil. Exige organização e planeamento. Se pensa que com um salário mais baixo não é possível poupar, desengane-se. Geralmente, identifica-se uma maior poupança na quantidade de dinheiro que consegue colocar de parte todos os meses, e não necessariamente no montante que recebe.

Antes de avançar para uma poupança, agarre num papel e numa caneta e escreva os seus objetivos. O que é realmente importante para si na vida? Para que propósito específico pretende poupar? Se souber exatamente porque é que está a poupar será mais fácil organizar-se e não perder o foco no seu objetivo final.

Escreva também os gastos que tem por mês, tanto os gastos fixos (alimentação, renda, água, luz, prestação do carro, seguro de saúde) como os variáveis (idas ao cinema, saídas à noite e outros gastos que pode controlar). Depois de ter tudo escrito e souber qual o seu objetivo de poupança pode utilizar algumas das estratégias que lhe mostramos para começar o ano a poupar.

  • Analise o orçamento familiar e/ou os gastos mensais: faça uma lista dos gastos fixos mensais e dos que podem vir a surgir em cada mês
  • Faça um planeamento dos gastos: faça um esquema numa folha de cálculo no computador ou em papel
  • Defina um limite diário de gastos: irá permitir-lhe depois ajudar a fazer análise de que falámos anteriormente referente ao seu orçamento familiar e gastos
  • Siga a regra de ouro: “Pague primeiro a si próprio”, ou seja, poupe sempre no início do mês. Se restar dinheiro no final do mês, adicione-o ao pote da poupança
  • Visite a sua conta bancária regularmente: faça-o diariamente. Ver os movimentos da sua conta vai ajudá-lo a perceber a dinâmica do dinheiro e ainda pode ajudá-lo a identificar alguma eventual fraude
  • Perceba onde pode reduzir nos gastos, sem ter de abdicar do que gosta
  • Poupe 12% do seu ordenado todos os meses: através do planeamento diário e mensal dos gastos verá que consegue poupar 12% do seu ordenado mensalmente
  • Não tenha medo de dizer “não” a certos gastos
  • Dispense o cartão de crédito: se tiver poucos rendimentos, o cartão de crédito pode traduzir-se num aumento do endividamento para si
  • Crie uma conta poupança ou compre um mealheiro de forma a garantir que caso tenha alguma emergência consegue ter algum dinheiro de parte
  • Ande mais a pé
  • Partilhe o carro ou substitua-o pelos transportes públicos
  • Tome o pequeno-almoço em casa e leve almoço para o trabalho: sabia que pode poupar em média 8 a 10€ por evitar comer fora e passar a trazer as refeições de casa
  • Aproveite as atividades culturais gratuitas: por exemplo o domingo é um dos dias em que os museus oferecem entradas gratuitas
  • Planeie as férias com antecedência: conseguirá voos e estadia mais baratos
  • Faça compras com uma lista do que realmente precisa do supermercado
  • Opte pelas marcas brancas e procure as promoções: por vezes pode encontrar grandes promoções que lhe permitem comprar mais coisas para sua casa, por um preço mais reduzido
  • Ande com pouco dinheiro e sempre que puder pague em numerário: permite controlar mais os seus gastos
  • Economize nas despesas fixas (luz, água e gás): este ano com a redução da fatura da luz e gás é uma boa altura para conseguir economizar . Veja também algumas dicas para reduzir a fatura da luz que lhe podem ajudar
  • Evite comissões bancárias e reduza as taxas de juro: veja como fazer
  • Pense sempre na necessidade real de comprar um produto por puro capricho
  • Reduza (ou corte) os vícios

A poupança não tem de ser apenas para um objetivo imediato. É importante colocar algum dinheiro de parte para alguma situação de emergência ou de reforma. Faça o exercício e responda à pergunta “Se deixasse de ter rendimentos, quantas semanas poderia aguentar sem trabalhar?”. É uma boa forma de se conhecer a si próprio e perceber se está a seguir a estratégia de poupança mais correta.

Ter algumas poupanças poderá permitir-lhe ter alguma liberdade no futuro e conforto numa situação de maior necessidade.

LEIA AINDA: Quer aumentar os seus rendimentos? Saiba como ganhar dinheiro extra

Como melhorar a minha relação com o dinheiro?

Já lhe aconteceu ter medo de ver o saldo da conta bancária? Se sim, está a tempo de mudar a sua relação com o dinheiro. Se souber o que acontece diariamente na sua conta bancária, conseguirá ter mais controlo sobre o dinheiro, logo sobre os seus gastos. Além disso, será o primeiro a identificar algum movimento estranho na sua conta e poderá avisar o seu banco atempadamente.

Entenda que pode trocar o dinheiro por bens. O dinheiro é algo que temos de dar em troca para podermos suprir as nossas necessidades mais básicas e até os nossos caprichos. Ter independência financeira nem sempre é fácil. É um processo que exige foco, organização e tempo. Contudo, se entender profundamente a sua relação com o dinheiro vai tornar-se cada vez mais independente dele.

Compreenda a dificuldade de ter uma dívida e a vantagem de conseguir poupar. Descubra qual é a estratégia de poupança que melhor se adapta ao seu estilo de vida e ambições e torne-se um profissional da poupança. Controle o dinheiro e não deixe que o dinheiro o controle a si.

No ano passado, a taxa de poupança das famílias portuguesas atingiu um mínimo histórico desde 1999: caiu para os 4% do rendimento disponível no terceiro trimestre do ano.

Comece a poupar com uma conta poupança

A conta poupança é um produto que o seu banco lhe disponibiliza como forma de guardar o seu dinheiro durante o período de tempo que necessitar. O objetivo é fazer um mealheiro e quando tiver necessidade ir buscar o dinheiro que deixou de parte.

A conta poupança pode ser usada por tempo indeterminado. Este tipo de conta capitaliza os juros. Cada vez que mexer na sua conta poupança, antes do prazo de vencimento do juros, perde-os automaticamente. Por isso, se tiver de levantar dinheiro da sua conta poupança faça-o depois dos juros vencerem.

Existem vários tipos de conta poupança, pode optar por incluir dinheiro mensalmente – conta poupança programa – uma quantia fixa, ou então, ir colocando dinheiro na poupança conforme quiser.

Veja junto do seu banco qual será a conta poupança mais adequada para si e comece a partir de hoje a poupar.