Conheça a nova etiqueta energética e calcule os consumos dos eletrodomésticos

Conheça a etiqueta energética e o que mudou nas classes de consumos dos eletrodomésticos

Em 2021 surgem novas etiquetas energéticas, com menos classes de consumos, mais informação e um QR Code para fazer download da ficha técnica dos produtos. Saiba o que muda e como ler a nova etiqueta energética

Uma das melhores soluções para aumentar a sua eficiência energética, e pagar menos nas faturas de luz e gás, passa pela escolha de eletrodomésticos com consumos mais reduzidos. Mas nos anos recentes, com quase todos os equipamentos classificados de A a A+++, tornava-se difícil descortinar as melhores escolhas. Isso muda a partir de março de 2021.

Para garantir maior diferenciação aos eletrodomésticos mais eficientes, surge agora uma nova etiqueta energética. Os objetivos da alteração foram clarificar as informações apresentadas e incluir novos dados (por exemplo, consumos em SDR e HDR nas televisões) .

Além disso, também se pretende facilitar o acesso a informações adicionais. Para isso passa a ser obrigatório um QR Code e o nome da marca e produto, já que isso torna mais fácil encontrar as fichas técnicas dos eletrodomésticos.

Leia também: Portugal é o terceiro país da Europa com mais taxas e impostos na eletricidade

Nova etiqueta energética chega em março… para alguns produtos

A apresentação da nova etiqueta tornou-se obrigatória, a partir de 1 de março, para os seguintes produtos:

  • Aparelhos de refrigeração (frigoríficos e arcas congeladoras)
  • Equipamentos de armazenagem de vinhos
  • Máquinas de lavar roupa, de lavar loiça e máquinas de lavar e secar roupa
  • Televisões e ecrãs eletrónicos (com mais de 100 cm2)

No entanto, para outros equipamentos as datas são distintas. As lâmpadas, por exemplo, passam a ter a nova etiqueta em outubro de 2021. Mas os sistemas de ar condicionado e de aquecimento, bem como os fornos, apenas em 2021 vão ter a classificação revista.

Que informações tem a nova etiqueta energética?

Os novos “selos de eficiência” ficam divididos em três grandes secções:

  • Informação do produto: Na parte superior da etiqueta surgem, além dos logos da União Europeia, o nome do fabricante e do produto. Também passa a existir um QR Code para download da ficha técnica dos eletrodomésticos
  • Classificação Energética: A zona central da etiqueta continua destinada à classificação dos produtos, agora com uma escala mais reduzida, de A a G. Os consumos dos eletrodomésticos surgem em kWh, a mesma unidade de medida que surge nas faturas de energia
  • Informações adicionais: Passam a existir mais dados relativamente aos produtos, como capacidades e consumos de energia e água em modo Eco nas máquinas de lavar. Também os padrões de ruído surgem agora categorizados entre A e D.

Veja ainda: Como mudar o titular do contrato de luz e gás

Nova etiqueta tem apenas sete classes

A principal novidade na nova etiqueta energética é a redução das categorias, com a eliminação das classes A+, A++ e A+++. Ou seja, os aparelhos passam a ser categorizados apenas entre as letras A e G.

Além disso, na fase de lançamento não haverá nenhum equipamento classificado com a nota A. A União Europeia justifica esta opção como uma forma de incentivar os fabricantes de eletrodomésticos a tornarem os seus equipamentos ainda mais eficientes para atingir o novo patamar de topo.

Outra novidade é a progressiva reavaliação das classes de consumos de produtos. Segundo a União Europeia, sempre que 30% dos produtos estejam na categoria A, ou 50% nas duas categorias superiores, os padrões de eficiência energética dos produtos serão reavaliados.

Um eletrodoméstico A++ pode passar a D?

Além de reformular as categorias, a União Europeia também atualizou os métodos de Ensaio dos Equipamentos, para garantir valores mais próximos da utilização real pelos consumidores. Isto significa que, com a nova etiqueta energética, é possível que haja eletrodomésticos que passem da classificação A++ diretamente para a D.

No entanto, isto não significa que estes equipamentos passaram a consumir mais. A nova classificação apenas demonstra o aumento da exigência da União Europeia para os eletrodomésticos serem integrados nas classes de eficiência mais elevadas.

Descubra aqui: Estes são os planos de energia mais baratos de 2021

Outras novidades da etiqueta energética

As restantes novidades da etiqueta energética em 2021 são simples de explicar. Em primeiro lugar, o QR Code no topo, que serve para obter a ficha de informação do produto de forma mais simples e direta.

Além disso, os novos logotipos na parte inferior permitem obter informações diversas relativamente aos produtos. E que podem ser muito importantes, já que referem tempos de programa e consumos em Modo Eco, nas máquinas de lavar, e permitem distinguir os consumos das TV em modo SDR e HDR.

Conheça a nova etiqueta energética para os diferentes produtos:

Televisões e Ecrãs

Nova etiqueta energética para televisões e ecrãs

Veja também: Guerra de preços na energia reduz fatura dos consumidores

Máquinas de lavar loiça, de lavar roupa e de lavar e secar roupa

novas etiquetas de máquinas de lavar loiça
novas classes energéticas nas máquinas de lavar roupa
nova etiqueta energética de máquinas de lavar e secar roupa
A etiqueta energética das máquinas de lavar e de secar roupa é a única com duas tabelas de consumos: do lado esquerdo para os programas completos, e do lado direito apenas para a lavagem da roupa

Leia ainda: Painéis solares podem levar uma década para amortizar o investimento

Frigoríficos e arcas congeladoras

etiqueta energética dos frigoríficos e arcas congeladoras

Máquinas de armazenagem de vinho

etiqueta de eficiência de aparelhos de armazenagem de vinho

Veja ainda: Metade dos portugueses considera que faturas de luz e gás são complicadas de entender

Lâmpadas e Fontes de Luz

classificação de eficiência energética das lâmpadas
As fontes de luz são a única categoria em que o QR Code de identificação do produto surge na secção inferior da etiqueta.
Imagens obtidas no site dedicado às Novas Etiquetas de Eficiência Energética

Como posso ler a etiqueta energética para avaliar os consumos?

Uma vez que os consumos surgem em kWh, para um período de tempo específico, será muito simples analisar quanto gasta por mês em cada eletrodoméstico. Mas deve, em primeiro lugar, ter em conta qual a escala de medição usada em cada etiqueta energética.

No frigorífico, por exemplo, surgem os kWh consumidos anualmente, já que é um eletrodoméstico que está sempre ligado. Por isso, se dividir este valor pelos 12 meses do ano, saberá qual o consumo de energia mensal.

Descubra ainda: Parceria NOWO-Goldenergy oferece poupança até 650€

Calcular os consumos dos eletrodomésticos…

Conhecer os eletrodomésticos que gastam mais eletricidade é essencial para poupar na sua fatura de luz. E, por isso, quando vai trocar de equipamentos, deve saber calcular as diferenças de gastos entre as opções disponíveis.

Agora a Comparamais explica-lhe, com os dados das novas etiquetas energéticas, como pode calcular os consumos dos eletrodomésticos.

TV

Mas no caso da TV o consumo surge para cada 1000h. Ou seja, se uma TV gastar 150 kWh / 1000h, isso significa que ele consumiu 150 kilowatts nesse período de tempo.

Se tiver em sua casa a TV ligada, em média durante 10 horas por dia, o equipamento esteve ligado 300 horas. Como tal, apenas precisa fazer uma “regra de três simples”: Se a televisão gasta 150 kWh em 1000 horas, vai gastar X em 300 horas. Ou seja, (150 kWh x 300h) / 1000h = 45 kWh.

Isto significa que gastou 45 kWh com a sua TV num mês. Caso não tenha os preços mais baixos na eletricidade, e esteja a pagar cerca de 0,1500 €/kWh, ao final do mês terá gasto 6,75€ apenas com a eletricidade consumida pela TV.

Veja aqui quais os eletrodomésticos que gastam mais energia

Máquinas de lavar

A conta, neste caso, pode ser um pouco mais complicada, já que o tempo dos ciclos de lavagem terá impacto. Olhe para o caso, por exemplo, de uma máquina de lavar que anuncie na etiqueta energética um consumo de 60 kWh /100 ciclos de lavagem.

Caso a máquina faça três programas por semana, ao final do mês serão cerca de 12 programas de lavagem. Novamente com uma regra de três simples, se em 100 ciclos a máquina gasta 60 kWh, em 12 ciclos vai gastar X. (12 ciclos x 60 kWh) / 100 ciclos = 7,2 kWh. Com um preço de 0,1500 kWh, terá gasto 1,08€ com a sua máquina de lavar.

Poupe ainda mais na energia

Escolher equipamentos mais eficientes é uma excelente forma de reduzir os gastos de energia. Mas, da mesma forma que olha para os gastos em kWh dos eletrodomésticos, deve também olhar para os €/kWh da sua fatura de energia.

Com a mudança de fornecedor, escolhendo os preços mais baixos para a eletricidade e gás, pode também ter uma redução importante na sua fatura. Segundo os dados dos utilizadores da Comparamais, em 2020 o simulador de energia permitiu, em média, uma poupança de 200€/ano.

O processo de mudança de fornecedor é simples, automático, sem qualquer custo ou período de fidelização e ainda pode ter descontos e ofertas de adesão até 60€. Por isso, são muitas as vantagens na mudança para um fornecedor de energia mais barato. E pode até escolher um plano apenas com fornecimento de energia verde, para contribuir para um mundo mais sustentável.

Use agora o simulador de preços de luz e gás e descubra quanto vai poupar com a mudança de fornecedor. Comece já a poupar na energia e lembre-se também de escolher os eletrodomésticos mais eficientes. Basta ler a etiqueta energética…

Endesa - Plano e-Luz & Gás
Débito Direto Fatura Eletrónica Ganhe 50€ na adesão e tenha 14% de desconto na energia
Estimativa/ano € 655,70
Você poupa/ano € 53,26
Características Principais
  • Oferta de um voucher de 50€ para supermercado
  • Desconto de 14% na fatura para sempre;
  • Desconto aplicado ao custo da eletricidade e gás (preço kWh), no termo da potência contratada de luz e no termo fixo do gás;
  • Exige débito direto e fatura digital;
  • Contrato sem fidelização;
Tarifa Goldenergy Digital - Luz e Gás
Energia Renovável Débito Direto Fatura Eletrónica Tarifa Goldenergy com descontos até 12% na luz e gás e isenção do termo fixo do gás
Estimativa/ano € 683,01
Você poupa/ano € 25,95
Características Principais
  • Preço com desconto de 12% pela adesão ao débito direto e fatura eletrónica
  • Isenção do termo fixo do gás, com o melhor preço do mercado
  • Eletricidade 100% proveniente de fontes renováveis
  • Todas as operações podem ser realizadas a partir de casa, na área de cliente
  • Sem fidelização
  • Adesão em apenas 48H, a mais rápida do mercado