Poupe, sabendo quais os eletrodomésticos que consomem mais energia

Quais são os eletrodomésticos que consomem mais energia?

Poupar energia e economizar é um objetivo de todas as pessoas, e a eletricidade é um dos setores com mais potencial. Saiba agora quais são os eletrodomésticos que consomem mais energia e aumentar a poupança com a energia dos eletrodomésticos.

Artigo atualizado a 18.06.2020

Sabia que cerca de 55% da energia gasta nas nossas casas é da responsabilidade dos eletrodomésticos? Por vezes estão a consumir eletricidade mesmo sem estarem a ser utilizados. Quando se pensa na solução ideal, surge em primeiro lugar a aquisição de eletrodomésticos com a classe energética mais elevada. Ou seja, da classe A+++, uma vez que o consumo de energia é mais reduzido.

No entanto, nem sempre há condições para mudar de equipamentos. Por isso, é importante conhecer melhor os eletrodomésticos que consomem mais energia. Dessa forma saberá como reduzir o consumo de eletricidade, através da poupança na energia dos eletrodomésticos.

Os eletrodomésticos que consomem mais energia

Já que a variedade de equipamentos elétricos em casa é cada vez maior, a Comparamais deixa-lhe uma lista de 6 eletrodomésticos que consomem mais energia. Além disso, também lhe indicamos formas de reduzir o consumo desses mesmo equipamentos.

Estes 6 eletrodomésticos a que deve prestar especial atenção para poupar na fatura de eletricidade
O frigorífico, a TV, a máquina de lavar roupa, o forno, o microondas e o computador são alguns dos eletrodomésticos que consomem mais energia, com um importante impacto na sua fatura de eletricidade

1. Frigorífico

Entre os eletrodomésticos que consomem mais energia, o frigorífico surge em primeiro lugar. É ele que gasta mais energia e assume entre 25% a 30% dos gastos da conta da luz. Sabemos que é um equipamento insubstituível em qualquer casa e que fica ligado todo o dia porque é essencial e, por isso, damos-lhe algumas dicas para reduzir o seu consumo:

  • Evite abrir repetidamente a porta, já que isso aumenta o consumo de energia.
  • Não guarde alimentos quentes no frigorífico. uma vez que isso aumenta a temperatura no seu interior. Por sua vez, isso obriga a um esforço maior para manter a temperatura e aumenta o consumo de energia.
  • Procure instalar o equipamento num local com boa ventilação e longe de fontes de calor.
  • Caso tenha um combinado com congelador, descongele-o periodicamente. Além disso, tenha sempre o frigorífico limpo e com as borrachas de vedação em bom estado.

2. Televisão

A responsável por 12% do consumo de energia em sua casa é a televisão. É cada vez mais comum as pessoas terem várias televisões em várias divisões da casa. Já imaginou o consumo multiplicado por 3 televisões, se tiver uma TV na sala, outra na cozinha e mais uma no quarto?

Muitas das vezes achamos que deixar a televisão em “stand-by” é o suficiente para poupar. Contudo, isso está errado porque este é um dos eletrodomésticos que consomem mais energia e vai continuar a gastar eletricidade mesmo que você esteja a dormir ou fora de casa.  

Sempre que não estiver a ver televisão opte por desligar por completo o equipamento. Mas, caso tencione fazer um novo investimento, opte por uma televisão com tecnologia LED. Esta televisão consome menos 25% do que as televisões LCD e chegam a consumir menos 40% do que as televisões plasma.

A escolha do tipo de TV é essencial para gastar menos energia
As televisões LED são bastante mais eficientes que as restantes alternativas

3. Máquina de lavar roupa

A máquina da roupa consome cerca de 11% de energia. É um dos eletrodomésticos que consomem mais energia, já que aos 3% da sua conta de eletricidade tem de juntar o custo da água. Como tal, e tendo em conta que tem dois gastos, utilize sempre a máquina com a capacidade máxima de roupas que é indicada e limpe o filtro frequentemente.

Outro dos fatores que podem aumentar a poupança de energia dos eletrodomésticos passa por utilizar programas mais curtos, bem como apostar em temperaturas mais baixas sempre que possível.

4. Forno

O consumo de energia faturada através do forno é cerca de 8%. O consumo não é tanto como os eletrodomésticos anteriores, mas existem opções para reduzir os gastos:

  • Tenha sempre o forno limpo e sem gorduras. A limpeza é essencial para otimizar o funcionamento do eletrodoméstico, para que não consuma tanto.
  • Evite abrir frequentemente a porta do forno, uma vez que ele consome menos com ela fechada. Sempre que abre a porta é o equivalente a uma perda de energia de 25%.
  • De forma a aproveitar o máximo de calor residual do forno, desligue-o 5 a 10 minutos antes do fim da confeção.

Descubra qual é a melhor opção:Gás ou elétrico

O forno é um dos eletrodomésticos que mais consome energia em casa
Evitar abrir muitas vezes o forno enquanto cozinha é uma forma de manter a temperatura e, dessa forma, evitar gastos adicionais de energia

5. Computador

Às vezes pensamos que o computador não consome muito, mas estamos enganados. Ele é responsável por cerca de 7% do consumo energético em casa e surge, por isso, na lista dos eletrodomésticos que consomem mais energia. Aqui tem algumas dicas para reduzir o consumo:

  • Desligue impressoras, microfones, colunas e todos os periféricos que estejam ligados ao computador.
  • Reduza a luminosidade do ecrã.
  • Opte sempre por desligar o equipamento quando não o estiver a utilizar, já que continua a consumir energia no modo suspensão.

6. Microondas

Hoje em dia não ter um microondas já parece uma realidade muito afastada, pois já o utilizamos de forma diária. É importante ter em atenção aspetos como, deixar a porta aberta ou o temporizador ligado. Ao fazer estas coisas, mesmo sem estar a usar o equipamento, ele continua a consumir.

O microondas consegue consumir quase tanta energia por mês como a máquina de lavar roupa
O microondas é um dos equipamentos domésticos que mais energia consome, mas há hábitos de o tornar mais eficiente

Por vezes entender qual é o consumo de energia (kWh) durante o período de faturação não é assim tão fácil. Para conseguir perceber qual é o consumo médio e obter uma poupança na energia dos eletrodomésticos basta fazer uma média do consumo. Assim, a Comparamais decidiu simular o consumo de energia, tendo como base a potência elétrica de cada equipamento mencionado e um consumo mensal aproximado.

Os seis eletrodomésticos que consomem mais energia

EletrodomésticoPotência elétrica (kW)Tempo de uso mensal (Aprox.)Consumo médio (kWh)/mês
Frigorífico 0.025 kW 720 horas/mês18 kWh/mês
Televisão 0.09kW120 horas/mês10.8 kWh/mês
Máquina de lavar roupa0.48kW12 horas/mês5.76 kWh/mês
Forno 2.5kW12 horas/mês11.09kWh/mês
Computador0.25kW90 horas/mês22.5 kWh/mês
Microondas 1kW4 horas/mês4.3 kWh/mês
Para perceber melhor o impacto destes custos, veja aqui os preços kWh nas tarifas EDP

Com base no gráfico podemos perceber que o frigorífico surge em primeiro lugar entre os eletrodomésticos que consomem mais energia. No entanto, é preciso ter em conta que é um equipamento utilizado 24 horas por dia. Por isso o seu consumo é maior. Mas, analisando a tabela, podemos perceber que o eletrodoméstico que utiliza mais potência elétrica é o forno.

Para além de mudar alguns dos nossos hábitos é importante conhecer qual é o plano de energia mais barato. Assim, poderá juntar à poupança na energia dos eletrodomésticos a vantagem de ter os preços mais reduzidos.

Continue a ler mais dicas sobre Energia e Gás.

Veja ainda:
Os preços mais baixos do gás

Os preços da luz mais baixos

Goldenergy Campanha 20+20 Luz e Gás

Energia Renovável Débito Direto Fatura Eletrónica Até 20% de desconto na fatura da luz e do gás
Estimativa/ano € 673,78
Você poupa/ano € 59,02
Características Principais
  • Até 20% de desconto na fatura do gás
  • 20% de desconto na potência contratada, caso seja para a tarifa simples
  • No caso da tarifa bi-horária é aplicado o desconto de 10%

Endesa - Plano Quero+ Luz

Débito Direto Fatura Eletrónica Descontos até 16% nas tarifas Endesa Quero+
Estimativa/ano € 456,08
Você poupa/ano € 70,61
Características Principais
  • Preços fixos durante 12 meses;
  • Descontos até 16% na tarifa Endesa;
  • Oferta de 30€ na adesão (60€ na opção por um serviço Dual de luz e gás);
  • Pagamento por débito direto opcional; A fatura pode ser em papel ou eletrónica;
  • Tarifa Endesa com 8% de desconto no total da fatura durante 1 ano;
  • Tarifa Endesa com 4% de desconto para sempre no total da fatura (3% na contratação de luz + 1% se decidir contratar também o gás, com as tarifas Endesa Dual);
  • Descontos adicionais, para sempre, na adesão ao débito direto (1%) e fatura digital (1%)
  • Desconto de 2% durante o primeiro ano, na contratação do serviço OK Eletrodomésticos ou OK Completo (manutenção dos equipamentos de casa a gás e eletricidade)
  • Disponíveis todos os meios de pagamento presenciais ou por via digital