Bitcoin: vale a pena investir na criptomoeda?

Certamente já ouviu imensas opiniões positivas e negativas sobre a Bitcoin. Embora possa parecer uma novidade, a criptomoeda foi criada entre 2007 e 2008, altura em que o mundo estava atravessar várias crises económicas. A moeda virtual só começou a ser comercializada em 2009, e em 2010 os seus números começaram a disparar. De seguida explicamos-lhe tudo para que possa entender o fenómeno das moedas virtuais.

A Bitcoin é constituída por blocos do qual fazem parte os dados que pertencem a uma rede e que são guardados em pastas ou blocos. A bitcoin é uma moeda absolutamente virtual. A imagem que vê acima é apenas uma ilustração. A bitcoin não tem uma representação física.

Esta moeda não é gerida pelo Banco Central ou por uma casa de câmbio. Não a podemos ver nem tocar, mas move muito dinheiro. Ao ser digital é muito fácil conseguir transferir. Funciona 24 horas por dia e permite fazer compras de forma rápida. Esta é produzida de forma descentralizada por milhares de computadores.

Como é que funciona o mercado das Bitcoins?

Pode obter bitcoins como um pagamento de bens, serviços ou comprar a alguém que já conhece ou que vive na sua zona. Pode também comprar bitcoins diretamente em websites de intercâmbio usando os métodos tradicionais para pagamento. Aceda a este link quero comprar Bitcoins se tiver interesse.

Depois de comprar as bitcoins existem um conjunto de serviços e de comerciantes que aceitam esta moeda. Pode utilizar a bitcoin para comprar ou também pode aceitá-las como forma de pagamento.

Para começar a usar bitcoins terá de ter a sua carteira de bitcoins que estão alojadas no seu smartphone, computador ou em algum hardware específico para guardar com segurança o seu dinheiro. A carteira digital funciona como um requisito mínimo e é o sistema que permite guardar, receber e enviar criptomoedas. A carteira digital funciona como o Homebanking que utiliza para ter acesso ao seu cartão online. Estas mesmas carteiras digitais possuem chaves de acesso suas, que são privadas, que precisa de introduzir cada vez que quiser movimentar os seus bitcoins. Por outras palavras, é esta carteira que gere os seus bitcoins. Se tiver interesse em escolher uma carteira digital, veja mais informações aqui.

Vantagens da Bitcoin

  • Rapidez
  • Privacidade
  • Funcionamento 24 horas
  • Custos baixos
  • Independência
  • Limite de moedas em circulação

Desvantagens da Bitcoin

  • Privacidade pode atrair atividade criminosa, como por exemplo pedidos de regaste ou pagamento de materiais perigosos
  • Mais permeabilidade ao branqueamento de capitais
  • Vulnerabilidade a qualquer ataque de hackers
  • Anonimato das transações possibilita com que haja transações ilegais
  • Alguns comerciantes não aceitam este tipo de pagamento
  • Volatilidade

Compensa investir em Bitcoin?

De acordo com o economista, Filipe Garcia da IMF (Informação de Mercados Financeiros), a bitcoin não é atualmente a forma mais barata de pagamento, nem mais rápida, nem mais eficiente.

“Uma coisa é a ‘bitcoin’ poder ser utilizada para pagamentos e outra é ser o meio principal de pagamento, algo que me parece muito improvável”, considerou Filipe Garcia.

Uma vez que não é uma prática recorrente, talvez não valha a pena comprar uma grande quantidade de bitcoins, visto que ainda existem muitos comerciantes que não aceitam este tipo de pagamento. Em alguns países é ilegal negociar bitcoins e por isso mesmo a pessoa arrisca-se à perda total das chaves privadas que é o que lhe garante o acesso à sua conta de bitcoins. Neste sistema de bitcoins não existe uma garantia de depósitos, ou seja, não há garantia dada por um banco central.

Dessa forma se investir tem de ter em mente, em que país o faz, a quantidade que compra e o que consegue trocar.

Contudo, com o passar dos anos, a bitcoin tem perdido investimento. Alguém que tenha investido um dólar no dia 19 de julho de 2010, teria 178 887 dólares (cerca de 158 mil euros) no dia 31 de dezembro de 2017, e um ano depois, no final de 2018, teria apenas 45 927 dólares (cerca de 40 mil euros). De ano para ano as diferenças de retorno são muitas. O que faz pensar que realmente não deve investir. Pesando os prós e os contras, investir em criptomoeda tem mais desvantagens. É verdade que a pessoa pode ter um golpe de sorte e ganhar muito dinheiro num dia, mas não acontece com tanta frequência. Talvez seja mais prudente, guardar o seu dinheiro e investir em coisas que consiga ter controlo.

“Está documentado que a maioria dos investidores/especuladores entrou no ativo apenas por causa da alta de preços e, por isso, entrou com o preço mais alto e está a perder de forma significativa”, salientou Filipe Garcia.

Um investidor informado poderá ter ‘bitcoins’ no portfólio, mas tem de ter noção da volatilidade do preço, da possibilidade de todo o sistema e mercado ruírem e o ativo poder voltar a valer zero”.

“A evolução da ‘bitcoin’ sugere que esta sofreu uma bolha especulativa, mas não um esquema fraudulento em pirâmide”, considerou Filipe Garcia.

Não devo investir em bitcoins se…

  • não acreditar na transcendência financeira. A aposta na bitcoin baseia-se na crença de que ela vai continuar a ser alvo de grande procura e a valorizar cada vez mais. Mas esse interesse pode arrefecer.

Devo investir em bitcoins se…

  • gosto de arriscar em ativos hype, com curvas ultra-sónicas de valorização, à procura de lucro rápido.
  • as transações com bitcoins podem ser um refúgio para cidadãos de países como a China, que exerce forte controlo de capitais, e a Venezuela, que a esse fator junta uma inflação galopante.

Ao dia de hoje uma bitcoin equivale a 3 353,54€.

E precisamos de pagar impostos com o lucro que ganhamos das bitcoins?

Se as transações forem feitas no âmbito da atividade profissional ou empresarial, sim, é preciso declarar esses rendimentos e pagar o respetivo imposto, caso em que o contribuinte será tributado na categoria B. De resto, a venda de bitcoins não é tributável em IRS face ao ordenamento fiscal português.

Tenha em atenção:

Uma das consequências das moedas virtuais é a desmaterialização e digitalização dos pagamentos e das transações. Hoje em dia, grande parte das pessoas faz a maior parte das suas transações online.

Pense bem antes de investir nas bitcoins. Leia as vantagens e desvantagens e tome a sua decisão. Depende sempre do que está disposto a perder e do que está disposto a ganhar.