Sabia que o antigo banco Barclaycard é o novo WiZink?

Foi em abril de 2017 que o banco espanhol Wizink comprou o banco eletrónico do banco Popular acabando com a marca Barclaycard em Portugal.

A história do Wizink

O WiZink chegou a Portugal em abril de 2017, fazendo desaparecer os cartões Barclays. Em novembro de 2016, o WiZink completou a compra do Barclaycard, o negócio de cartões de crédito do Barclays em Espanha e Portugal, integrando assim o negócio de cartões de crédito do Banco Popular e Portugal.

Com esta aquisição, o banco espanhol conseguiu incorporar na sua carteira os cartões de crédito e débito do Banco Popular. Depois do anúncio da compra, os clientes do extinto Barclays receberam gratuitamente cartões Wizink, sem qualquer alteração nas condições do cartão.

Esta foi uma estratégia do grupo espanhol para recuperar o negócio de cartões de crédito dos clientes do Banco Popular na Península Ibérica, tendo em vista melhorar a estratégia comercial e a integração do banco.

A chegada do Wizink a Portugal

Iniciámos em Portugal a nossa atividade sob a marca Wizink, mas partimos já de uma posição de liderança: o banco conta com muitos pontos fortes, desde logo a sua especialização em cartões de crédito, o conhecimento e a experiência acumulados neste segmento de atividade do Barclaycard e do Banco Popular no país. Em Portugal queremos continuar a aportar valor aos nossos clientes, ajudando-os a gerir as suas necessidades de forma simples, flexível e eficaz”, referiu Iñaki Perkins, diretor-geral do Wizink, aquando do lançamento da atividade em Portugal.

O Wizink tem mais de 700.000 clientes no mercado português e gere mais de 860 milhões de euros em saldos de cartões de crédito no país.

A transição do Barclaycard para Wizink

Em junho de 2014, o Banco Popular chegou a acordo com o Citibank para a aquisição do seu negócio de banca de consumo em Espanha. Em dezembro do mesmo ano, o Banco Popular anunciou a celebração de um acordo com a Värde Partners para a venda de 51% da sua participação no Banco Popular e, que incluía o negócio de cartões do Banco Popular e o adquirido ao Citibank España. Em junho de 2016, o Banco Popular altera a sua marca para WiZink e a sua denominação social para WiZink Bank, S.A.

O WiZink é um recém-chegado a Portugal, mas depressa fez sucesso. Em 2018, o banco destacou-se na avaliação dos consumidores nacionais, arrecadando os Prémios Escolha do Consumidor e Cinco Estrelas na categoria ‘cartões de crédito’.

O WiZink conta com mais de 700.000 clientes no mercado nacional.

Em março do ano passado, o Santander anunciou à Comissão Nacional do Mercado de Valores espanhola a venda da participação de 49% do fundo de capital de risco Wizink à empresa norte-americana Varde Partners, já detentora de 51%. “O Conselho da AdC adoptou uma decisão de não oposição na operação de concentração Banco Santander / Wizink (…) uma vez que a mesma não é susceptível de criar entraves significativos à concorrência efectiva no território nacional ou numa parte substancial deste“, lê-se no comunicado oficial da Autoridade da Concorrência.

Se quer adquirir um cartão de crédito, utilize o simulador Comparamais e escolha a melhor opção de crédito para si.