Simule grátis e descubra o melhor seguro de saúde para si

Escolher um seguro de saúde garante-lhe acesso a múltiplos cuidados em hospitais, clínicas e consultas médicas de diversas especialidades, bem como outras despesas médicas. Para saber qual o melhor seguro de saúde para si e para a sua família, faça a comparação de seguros de saúde e encontre a opção perfeita para as suas necessidades.

 

Seguros de saúde

O que são os seguros de saúde?

Os seguros de saúde são uma solução destinada a financiar as despesas médicas das pessoas. Para isso é feita uma apólice, um contrato com a seguradora que depois permite ter acesso gratuito ou com custos mais reduzidos a cuidados de saúde, podendo ter uma cobertura apenas para si ou também para os outros membros do seu agregado familiar (cônjuge e filhos). 

Dependendo dos seguros de saúde que escolha pode ter acesso a diferentes cuidados, como por exemplo utilizar hospitais privados para internamentos, intervenções cirúrgicas, partos ou urgências. Além disso, pode ter apoio financeiro para despesas médicas em ambulatório, consultas de diversas especialidades e também a aquisição de óculos, próteses dentárias e outros cuidados consigo como sessões de fisioterapia. Por fim, há que referir que alguns seguros de saúde garantem cobertura no estrangeiro (por exemplo, para resolver problemas de saude graves) e alguns até concedem comparticipação na compra de medicamentos.

Normalmente os seguros de saúde são feitos a título individual, para o titular e outros membros do agregado familiar. Mas ele também pode fazer parte de um conjunto de benefícios concedidos aos trabalhadores pelas suas entidades patronais.

 

Porque devo fazer um seguro de saúde?

Um dos principais motivos é a rapidez no acesso aos cuidados de saúde através dos hospitais privados, evitando assim ficar meses (ou mesmo anos) a aguardar de consultas e tratamentos nos hospitais públicos. 

Além de evitar as listas de espera, e tendo em conta os custos dos cuidados de saúde nos privados, fica também com a garantia de que os custos de muitas destas despesas ficam assegurados através do seguro. 

Em terceiro lugar, garante também cuidados fora dos hospitais, com tratamentos, fisioterapia, medicina dentária e outras especialidades. E, com a associação entre o seguro e o plano de saúde, pode ainda ter descontos em medicamentos, cuidados de bem-estar e outras despesas.

Por isso, deve fazer um seguro de saúde para assegurar que tem sempre disponíveis os cuidados médicos de que necessita.

 

O que é o prémio dos seguros de saúde?

É o valor que paga anualmente pelo seguro. O seu pagamento pode ser feito com uma única anuidade (o custo total do seu seguro de saúde) ou dividido em prestações semestrais, trimestrais ou mensais. 

 

Onde posso usar o seguro de saúde?

As coberturas dos seguros de saúde são diversas e, normalmente, quanto maior o seu custo também mais vasto será o número de locais e intervenções onde o pode utilizar. Entre as coberturas dos seguros de saúde estão:

  • Internamento hospitalar
  • Ambulatório(atos e cuidados médicos que não exigem internamento)
  • Serviços de Urgências 
  • Parto, Cesariana e Interrupção Involuntária da Gravidez
  • Cuidados oncológicos (podem ser contabilizados à parte dos restantes custos de internamento e ambulatório, e também incluir cuidados anexos como a compra de almofadas, próteses, cabeleiras e outros)
  • Consultas de especialidades médicas
  • Estomatologia (como são normalmente designados os cuidados associados à medicina dentária)
  • Cuidados associados à oftalmologia (lentes de óculos, aros e/ou lentes de contactos)
  • Sessões de fisioterapia ou de psiquiatria
  • Consultas online, visita médica a casa e outros serviços de assistência
  • Segunda opinião médica (um parecer de outro especialista em caso de doença grave)
  • Cobertura no estrangeiro (muito rara, habitualmente apenas nos planos mais extensos e de custo superior)
  • Doenças Raras (acesso a hospitais de referência mundial para tratamento de doenças raras e graves)
  • Medicamentos (alguns seguros de saúde garantem a comparticipação de parte ou da totalidade dos medicamentos e outros gastos em farmácia até um determinado plafond)

Consoante a sua apólice de seguros poderá ter apenas algumas destas coberturas ou a totalidade dos cuidados médicos aqui referidos.

 

Qual é a diferença entre seguros de saúde e planos de saúde?

Existem algumas diferenças importantes entre seguros e planos de saúde, mas a principal será na cobertura das suas despesas. Os primeiros são disponibilizados por seguradoras (Lusitania, Liberty, Mapfre, Victoria, etc) que também têm outros produtos como seguros automóveis, multirriscos ou vida, enquanto os planos de saúde (Medis, AdvanceCare, MediCare), surgem como um serviço exclusivo e separado.

Enquanto um seguro de saúde tem um plafond anual que é usado para os seus gastos com saúde, um plano de saúde apenas garante a comparticipação das despesas, uma espécie de descontos para os serviços que usa.

Por isso, quando contrata um seguro de saúde ele tem, habitualmente, um plano de saúde associado. Mas se escolher um plano de saúde já não significa que tem um seguro de saúde. Como tal, quando escolhe um seguro médico deve procurar saber qual qual o plano de saúde que está associado a este produto.

 

Como posso contratar os seguros de saúde?

Para contratar um seguro de saúde deve, em primeiro lugar, escolher a companhia de seguros que lhe garante as melhores condições, tanto na montante da cobertura hospitalar (internamento), que é o valor máximo de comparticipação anual das suas despesas nos hospitais privados, como nos restantes serviços. Deve, por exemplo, verificar que descontos lhe garante o seguro para as consultas médicas de especialidade ou nos cuidados em ambulatório.

Depois precisará de fazer a contratação do seguro, para o qual deve preencher a sua candidatura, indicando se será apenas um seguro pessoal ou para toda a família. Terá de indicar nesta fase se tem alguma doença crónica e outra condição pré-existente, para que a seguradora avalie se o seguro poderá cobrir essa situação.

 

Qual é o melhor seguro de saúde?

Terá sempre de analisar quais as principais necessidades que tem para o seu seguro. Por exemplo, se tiver 50 anos é quase certo que não irá necessitar seguros de saúde com coberturas para gravidez e parto. Como tal, terá de analisar quais as coberturas. 

Para que seja mais fácil escolher o seu seguro médico, poderá fazer a comparação de seguros de saúde com a Comparamais. Dessa forma pode logo escolher quais as principais coberturas que pretende, para que apenas encontre os seguros indicados para si.

 

Qual o seguro de saúde mais barato?

Existem seguros de saúde com preços abaixo dos 10€ mensais, enquanto outros podem mesmo superar os 100€. Por isso, deve escolher o seguro de saúde tendo em conta as coberturas que considera essenciais para a sua família. A melhor forma de encontrar a proteção mais indicada para si com o melhor preço é através da simulação dos seguros de saúde com a Comparamais, analisando os preços e coberturas de cada opção.

 

Como fazer a comparação de seguros de saúde?

Para fazer a comparação deverá indicar a sua idade e se pretende cobertura apenas para o titular ou também para os outros membros do agregado familiar, já que isso tem impacto no valor a pagar. Depois precisa apenas de indicar as coberturas pretendidas para saber quais as melhores seguradoras para aquilo que deseja.

 

Utilização do seguro de saúde

Como posso usar o seu seguro de saúde?

Para ter acesso aos seus descontos e pagamentos, deverá procurar saber junto das entidades prestadoras de cuidados de saúde se elas têm acordo para utilização do seu seguro ou plano de saúde.

 

Tenho de pedir autorização para as consultas?

Em algumas situações, por exemplo na ausência de acordos com determinadas entidades, pode ser necessária uma autorização para que o seguro pague as despesas. Um dos motivos é que pode haver, na rede de parceiros, alternativas para os cuidados que pretende utilizar.

 

Como funciona o reembolso das despesas de saúde?

Caso utilize um serviço médico sem acordo com o seu seguro, mas tenha obtido a autorização para usar estes serviços por parte da seguradora, ela depois faz num prazo definido pela apólice a transferência do valor da comparticipação para o NIB que indica quando faz o seu contrato de seguro de saúde.

 

Qual a idade máxima para usar os seguros de saúde?

Habitualmente os seguros de saúde expiram quando o utilizador faz 64 ou 65 anos de idade. No entanto, já existem seguros de saúde específicos para cidadãos seniores, que permitem a cobertura de despesas médicas com idades mais avançadas. 

 

Pagamento das despesas pelos seguros de saúde

O que é a cobertura?

A cobertura, também designada como capital seguro, é o valor máximo de despesas que será suportado pela seguradora durante o ano. Por exemplo, se a sua cobertura for de 15.000€ e tiver 20.000€ de despesas com internamento hospitalar, isso significa que os outros 5000€ são suportados por si.

 

O que é o período de carência?

Normalmente o período de carência é um prazo temporal até que fiquem ativas as proteções conferidas pelo seu seguro. Habitualmente o período de carência é de 90 dias, mas há algumas situações em que o prazo é superior. Isso acontece, por exemplo, com a cobertura para gravidez, que apenas fica ativo em muitas seguradoras um ano após a contratação da apólice do seguro de saúde.

 

O que é a franquia dos seguros de saúde?

Trata-se de um valor que, independentemente da cobertura do seguro, tem sempre de ser pago pelo titular. Uma das situações habituais prende-se com o recurso às urgências ou consultas dos hospitais privados, em que o beneficiário terá de suportar parte dos custos durante a primeira utilização mas que depois passa a ser totalmente custeado (ou parte, consoante o valor da co-participação) pelo próprio seguro de saúde.

A franquia pode ser um valor monetário, mas também uma percentagem do valor total da despesa em causa.

 

O que é a co-participação das despesas?

Trata-se de um valor que será sempre suportado pelo beneficiário. Por exemplo, se tiver uma despesa hospitalar de 1000€ e uma co-participação de 50%, isto significa que terá de pagar do seu bolso 500€ do custo total. 

Este é um motivo para ter em atenção as condições gerais e particulares do seguro, mas também o plano de saúde que está associado, já que uma co-participação terá um grande impacto nos seus custos com cuidados médicos. 

De referir ainda que este valor pode ser tanto em % do custo total como um valor monetário para casa intervenção. Por exemplo, pode ter de pagar 15€ cada vez que decide chamar um médico a sua casa, mesmo que o custo total desta visita seja de 50€.

 

Outras questões relacionadas com seguros de saúde

Os seguros de saúde podem ser deduzidos no IRS?

Sim, os seguros de saúde têm direto a uma dedução à coleta específica no IRS, com um limite máximo de 15% dos prémios pagos. Elas são englobadas no máximo de 1000€ de deduções de despesas de saúde do agregado familiar.  

Ou seja, parte do valor que gasta com os seguros de saúde serve depois para o cálculo de todas as suas deduções, com impacto no que terá de pagar ou receber quando submete a sua declaração de IRS.

 

Os seguros de saúde têm cobertura no estrangeiro?

Existem seguros de saúde que apenas pode usar em Portugal e outros que lhe garantem também o pagamento de despesas no estrangeiro. Por exemplo, em algumas das apólices da Liberty Seguros e da Tranquilidade fica automaticamente com direito ao uso dos serviços da seguradora também em Espanha, mediante autorização prévia.

Há que fazer uma distinção entre o que é a cobertura no estrangeiro do seguro de saúde e a cobertura de doenças graves. Esta é também uma autorização, mediante condições especiais, para poder fazer tratamentos em alguns dos melhores hospitais do planeta (por exemplo, o John Hopkins Hospital, o Barcelona Centro Médico ou o Deutsches Herzzentrum Berlin. Normalmente tem uma cobertura de 1 milhão de euros e pode incluir o pagamento das viagens aéreas e do alojamento enquanto estiver em tratamento nestes centros hospitalares de referência.

 

Como posso cancelar o seguro de saúde?

Caso pretenda cancelar o seu seguro de saúde deverá informar a sua seguradora com um prazo mínimo de um mês de antecedência para o final do período anual de contrato. 

 

O que é a declaração inicial de risco?

Trata-se do dever de informação à seguradora sobre doenças e outras condições pre-existentes, para que ela avalie se deve incluir a cobertura destas despesas. Por exemplo, se tiver problemas crónicos, eles podem não ser incluídos mas ainda assim ter garantida a cobertura das outras despesas médicas 

 

O que acontece se omitir a existência de doenças pré-existentes?

Caso não informe a sua prestadora sobre estas doenças, a apólice pode ser cancelada pela sua seguradora, ficando sem acesso a qualquer outra cobertura que estivesse contemplada. Além disso, ela pode exigir o pagamento de todos os prémios de seguro remanescentes até ao final do prazo contratado.