Saiba o preço dos testes da Covid-19 e serológicos

O preço dos testes da Covid-19

Disponíveis para a população em geral, os testes para o Coronavirus podem ser realizados, além das instalações hospitalares e laboratórios públicos, também em entidades privadas. A Comparamais mostra-lhe agora qual o preço dos testes da Covid-19 e quanto custam os testes serológicos para a deteção de anticorpos

Depois de uma relativa acalmia, quanto começaram a cair as estatísticas infecções que estavam maioritariamente localizadas na região do Norte de Portugal, a pandemia de Covid-19 está novamente a alastrar, com um aumento contínuo dos casos, especialmente na região de Lisboa. Por isso, cada vez há mais portugueses que procuram saber se podem ter sido infetados.

O desconhecimento relativo às cadeias de contacto, bem como o medo de poder ter sido infetado, têm levado muitos a procurar fazer os testes ao Covid-Sars-2. E existem diversas soluções para tal. Em primeiro lugar através dos laboratório hospitalares da Rede Portuguesa de Laboratórios para o Diagnóstico do SARS-CoV-2 e do Instituto Ricardo Jorge. Em segundo lugar, através da rede de laboratórios privados que tem dado o seu apoio nesta área. Surgem nesta área entidades de referência como, por exemplo, os Laboratórios Germano de Sousa, Joaquim Chaves, Unilabs ou Synlab.

Saiba como fazer marcações nos serviços públicos que só atendem por agendamento

Por isso, apresentamos-lhe agora o preços dos testes da Covid-19, que servem para saber se as pessoas estão infetadas. Além disso, também lhe revelamos os custos dos testes serológicos à Covid-19, que detetam a presença de anticorpos para o combate a esta doença.

Os testes à Covid-19 são pagos?

A resposta é diferente consoante a origem do utente (independentemente dos testes serem realizados em laboratórios públicos ou privados). Quem é reencaminhado pela Linha Saúde 24, referenciado pelo SNS ou tenha prescrição médica da ARS, não paga. Ou seja, os testes são sempre gratuitos.

Existe uma razão para que não exista qualquer custo nos testes à Covid-19 para potenciais infetados. Trata-se da necessidade de ter maior capacidade de resposta e testar mais pessoas para saber a real dimensão do problema, o que levou o Estado a repartir esta responsabilidade com os Laboratórios privados. Aliás, essa maior capacidade de testagem tem sido apontada pelas autoridades como uma razão para o crescimento dos casos em comparação com outros países.

Já os particulares que desejem fazer o teste por iniciativa própria terão, no entanto, de pagar a análise. Mas o preço dos testes da Covid-19 tem comparticipação dos subsistemas de saúde do estado e, em alguns casos, dos seguros de saúde.

Por isso o custo final para o utente pode ser bastante inferior ao valor total. Por exemplo, no site da ADSE referente à Covid-19 surge a indicação de que “o valor máximo do teste laboratorial para SARS-CoV-2 é de 87,95€, sendo 68,50€ financiados pela ADSE e 19,45€ financiados pelo beneficiário”.

Qual o preço dos testes da Covid-19 e dos testes serológicos?

Após contacto com vários laboratórios privados de referência, a conclusão é que o teste para os privados terá sempre um valor superior a 100€. Além disso, o preço dos testes da Covid-19 varia pouco entre os vários laboratórios. Uma realidade que é também transversal aos testes serológicos. Veja agora os valores indicados como preço dos testes da Covid-19:

Preço dos testes da
Covid-19
Preço dos testes
serológicos
Germano de Sousa100€39€
Joaquim Chaves101€3x 41€ (teste a
três anticorpos)
Synlab125€39€
UnilabsAguardamos resposta Aguardamos resposta

Existem, no entanto, mais entidades privadas referenciadas para a realização dos testes à Covid-19 além destes laboratórios aqui referidos. Para saber a lista completa de laboratórios com competência reconhecida pode aceder a essa informação no site do SNS através deste link.

Qual o preço dos testes da Covid-19 e testes serológicos da Covid-19
Nos Laboratórios Privados o preço dos testes da Covid-19 para deteção da doença e com recurso a zaragatoa ronda os 100€, enquanto os testes serológicos (análise sanguínea) custam perto de 40€

Como são feitos os testes à Covid-19?

Segundo indicado no site da Germano de Sousa, existem seis passos para os testes à Covid-19, cujos resultados surgem habitualmente num prazo de 72 horas. Em primeiro lugar é necessário fazer a marcação da ida ao centro, já que apenas dessa forma se pode fazer o teste. Em segundo lugar, é feito o teste com a zaragatoa (um cotonete mais comprido) introduzida no nariz do utente.

Saiba agora qual o procedimento completo para as análises laboratoriais ao Coronavirus:

  1. Colheita: Após a marcação do teste (apenas nessa situação se pode deslocar aos locais de realização das análises), os cidadãos fazem o habitual teste da zaragatoa. Ele consiste em obter material biológico (habitualmente o exsudado nasofaríngeo) através da introdução de uma zaragatoa, uma espécie de cotonete comprido, pelo nariz. Posteriormente, esta zaragatoa é enviada para análise, seguindo procedimentos padronizados;
  2. Inativação: Passa pela desativação do virus da SARS-COV-2, para que ele deixe de ser infeccioso. A Germano de Sousa indica que este processo é feito numa câmara de fluxo laminar, por exemplo através da acção do calor sobre o material biológico obtido;
  3. Extração: Começa então o procedimento de procura da Covid-19. É isolado o material genético com recurso a reagentes para que, se o paciente estiver infetado, seja liberado o RNA (ácido ribonucleico) do vírus;
  4. Amplificação: São geradas cópias da amostra, num termociclador, para efetuar o processo molecular designado como PCR (polimerase chain reaction), a “criação de amplificação em cadeia”;
  5. Deteção: Procura de material genético do SARS-COV-2 para ver se há infecção. Ou seja, é neste momento que é conhecido o resultado do teste, indicando se uma pessoa tem Covid-19;
  6. Comunicação: Reportar à DGS e ao médico que prescreveu a análise através da plataforma SINAVELab. Além disso, informar o utente por SMS ou e-mail.
Veja também: Quais são os custos reais das análises clínicas

O que são os testes serológicos?

Em conjunto com os testes de despiste da doença, existe outro método para saber se uma pessoa esteve (ou está ainda) infetada com a Covid-19. São os testes serológicos, em que é analisada a presença de anticorpos IgM e IgG para combater a doença. Além disso, este teste permite, em caso de infeção, saber como está a ser resposta do sistema imunitário do paciente, pela produção desses anticorpos.

Os testes serológicos da Covid-19 são muito mais simples, já que basta colher uma amostra de sangue do paciente. Por isso, podem ser feitos em mais clínicas de análise.

Saiba como reduzir as suas despesas durante o período das medidas de restrição

Há diversas técnicas para deteção de anticorpos à Covid-19 nos testes serológicos. Também por isso, ao contrário do preço dos testes da Covid-19, no caso destas análises o custo pode ser diferente. Por exemplo, nos Laboratórios Joaquim Chaves são feitos três tipos de análise distinta, pelo que o preço é muito superior ao dos restantes laboratórios.

De referir ainda um motivo pelo qual os testes serológicos despertam tanto interesse. Pelo pacto de indicarem a presença dos anticorpos IgM e igG (que se começam a desenvolver apenas cinco dias após o início da infeção), podem alertar para potenciais infetados. Além disso, após uma pessoa estar curada continuam a ser detetáveis as IgG durante algum tempo, pelo que até podem indicar pessoas que estiveram doentes e nunca sentiram nenhum sintoma. Por isso, quando são feitos em larga, os testes serológicos indicam a exposição geral da população à Covid-19.

Quanto tempo demora a resposta aos testes?

Tanto para os testes de deteção do vírus como para os testes serológicos as respostas surgem, habitualmente, num prazo de 72 horas. Os utentes são sempre notificados dos resultados, normalmente por telefone ou via digital. Além disso, no caso de resultado positivo à Covid-19, há sempre comunicação do resultado às autoridades de saúde.

Cartão de Crédito Cofidis

€ 0 Comissão de disponibilização do cartão de crédito
14,00% TAN
15,30% TAEG

Cartão N26 Metal

€ 202,80 Comissão de disponibilização do cartão de crédito
0,00% TAN
0,00% TAEG